Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

PT critica aprovação de projeto de lei apoiado por governo Dilma

Loading...

POLíTICA

PT critica aprovação de projeto de lei apoiado por governo Dilma

GUSTAVO URIBE
BRASÍLIA. DF (FOLHAPRESS) - Em mais um episódio de desgaste na relação do partido com a presidente Dilma Rousseff, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, criticou nesta quinta (25) projeto de lei aprovado pelo Senado Federal com o aval do governo federal que acaba com a obrigatoriedade da Petrobras de manter participação de 30% nos consórcios de exploração do pré-sal.
O dirigente petista avaliou que a proposta fragiliza o regime de partilha e a política de conteúdo nacional e conclamou a militância partidária a resistir ao "retrocesso representado" pela mudança no marco regulatório.
"Mesmo atenuado em sua versão substitutiva, ele (projeto de lei) fragiliza o regime de partilha e a política de conteúdo nacional", criticou. "Nossos deputados federais combaterão a medida, na Câmara dos Deputados, com a mesma tenacidade dos nossos senadores", acrescentou.
Com a possibilidade de sofrer uma derrota no Senado Federal, o Palácio do Planalto recuou da decisão de derrubar a proposta elaborada pelo senador José Serra (PSDB-SP) e construiu uma versão substitutiva do projeto de lei.
Ela permite que a empresa estatal se manifeste sobre sua preferência como operadora dos campos que serão licitados, decisão que será avaliada pelo Conselho Nacional de Política Energética e que será submetida à presidente.
A alternativa, no entanto, não agradou parte da bancada petista, que se posicionou contra a decisão final, apesar do futuro líder do governo, Humberto Costa (PT-PE), tê-la apoiado.
Em nota, Falcão elogia a postura dos senadores petistas que, segundo ele, se comportaram com "firmeza" e "bravura".
"O PT marchará ao lado das demais forças progressistas, dos movimentos populares e sindicais contra este ataque à soberania nacional e ao nosso desenvolvimento independente", ressaltou.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias