Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Preocupada com votações no Congresso, Dilma cancela viagem ao RJ

Loading...

POLíTICA

Preocupada com votações no Congresso, Dilma cancela viagem ao RJ

GUSTAVO URIBE
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Com o risco do Congresso Nacional aprovar medidas que causem impactos nas contas governamentais, a presidente Dilma Rousseff permanecerá nesta nesta quarta-feira (24) em Brasília para acompanhar de perto as votações na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.
A ideia inicial era que a petista viajasse para o Rio de Janeiro para fazer visita à Fundação Oswaldo Cruz. No início da manhã, no entanto, o governo federal entrou em contato com a entidade para remarcar a agenda para março.
Segundo a reportagem apurou, a petista está preocupada com a aprovação de duas propostas: medida que estabelece percentual mínimo de investimento pelo governo federal em ações e serviços de saúde e projeto que revoga a participação obrigatória da Petrobras na exploração do petróleo da camada do pré-sal.
Na terça-feira (23), o governo federal orientou os líderes da base aliada na Câmara dos Deputados a não aprovarem a primeira iniciativa, que, para o Palácio do Planalto, tem o risco de inviabilizar o ajuste fiscal, uma vez que aumentaria os recursos destinados à área de saúde.
Em encontro na semana passada com a base aliada do Senado Federal, a presidente chegou a classificar a revogação da participação da empresa estatal, de acordo com relatos de presentes, como "absurda" e enfatizou que o governo federal é contrário a ela.
Nesta quarta-feira (24), está programado que o Senado Federal retome as discussões sobre o projeto de lei, que tramita em em regime de urgência, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP). Pela regra atual, a Petrobras deve atuar como operadora única do pré-sal com uma participação de pelo menos 30%.
Além das votações parlamentares, a presidente demonstrou preocupação nesta quarta-feira (24), de acordo com auxiliares e assessores, com o anúncio da agência de classificação de risco Moody's de rebaixamento da nota de crédito do Brasil.
A medida significa que o país perdeu o último selo de bom pagador que detinha entre as três maiores agências de risco do mundo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias