Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bilhete de mulher de marqueteiro preocupa governo e PT

Loading...

POLíTICA

Bilhete de mulher de marqueteiro preocupa governo e PT

VALDO CRUZ
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Uma das maiores apreensões do governo Dilma e do PT em relação à nova fase da Lava jato é a situação da mulher de João Santana, Mônica Moura, por causa do bilhete enviado ao lobista Zwi Skornicki dando orientações sobre como enviar pagamento a ela no exterior.
Na avaliação de assessores presidenciais e de petistas, o bilhete virou uma "arma" da Polícia Federal contra o casal e pode ser visto "quase como uma confissão de algum tipo de ilegalidade".
Um interlocutor do Planalto disse que antes será preciso aguardar as explicações de Mônica para o bilhete onde diz, por exemplo, "apaguei, por motivos óbvios, o nome da empresa. Não tenho cópia eletrônica, por segurança".
Dentro do governo, o discurso continua sendo o de que, em relação à campanha de Dilma em 2014, nada será encontrado de ilegal nos pagamentos a João Santana.
O problema, admitem assessores, é como Mônica Moura vai explicar por que estava tratando de uma remessa de dinheiro ao exterior com um representante no Brasil de um estaleiro.
Segundo a PF, o casal recebeu do lobista US$ 4,5 milhões e US$ 3 milhões da Odebrecht em contas no exterior.
Em relação aos pagamentos da empreiteira, petistas e auxiliares presidenciais dizem que tudo indica serem relacionados a campanhas que João Santana faz em países nos quais a empresa desenvolve obras e serviços.
Aí, afirmam, se houve alguma irregularidade, não se refere a campanhas realizadas por ele no Brasil.
Dentro do governo, é lembrado que Mônica Moura possui temperamento forte e não tem o estilo de quem irá proteger alguém se algo de ilegal foi cometido nos pagamentos recebidos no exterior.
Interlocutores de João Santana disseram que, seguramente, ele não tinha nenhuma relação com o esquema de desvio montado dentro da Petrobras e deve ter uma boa explicação para os recursos recebidos lá fora.
A dúvida, dizem, é se Santana e sua mulher foram levados a receber recursos de pessoas envolvidas em corrupção na Petrobras.
Além da nova fase da Lava Jato, o Palácio do Planalto também está apreensivo em relação ao processo de delação dos executivos da construtora Andrade Gutierrez.
Os depoimentos devem começar nesta semana e informações preliminares indicam que podem tratar de doações feitas pela empreiteira para a campanha de Dilma.
Nas palavras de um auxiliar, tudo indica que o governo Dilma não terá refresco nas próximas semanas, o que irá contribuir para deixar mais tenso o clima político.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

JANDAIA DO SUL 20/02

GERALDA G. OLIVEIRA, 74 ANOS.

IVAIPORÃ 20/02

MARIA F. A. SANTOS, 59 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1904 · 18/02/2017

12 15 18 21 51 56