Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Conselho de Ética concede vista e adia processo de cassação de Cunha

Loading...

POLíTICA

Conselho de Ética concede vista e adia processo de cassação de Cunha

AGUIRRE TALENTO
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Com a apresentação pela terceira vez de parecer pela admissibilidade do processo de cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o Conselho de Ética concedeu vistas do relatório nesta quarta-feira (17) e adiou novamente, desta vez para a próxima semana, a votação da continuidade do processo.
Como o prazo da concessão de vista é de dois dias úteis, na prática só na semana que vem é que o Conselho de Ética deve votar o parecer sobre a admissibilidade do processo de cassação. Está prevista para a próxima terça-feira (23) a discussão do relatório.
O pedido de vistas está previsto no regimento e foi concedido pelo presidente do conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA), após uma determinação do vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), aliado de Cunha.
Quem fez o pedido, dando mais tempo a Cunha no processo, foi o deputado Wellington Roberto (PR-PB), que integra a tropa de choque de Cunha no conselho. Após seu pedido, o deputado Zé Geraldo (PT-PA) também solicitou vista do relatório.
O relator Marcos Rogério (PDT-RO) apresentou seu segundo relatório a favor da continuidade do processo contra Cunha, considerando estarem cumpridos os requisitos para o processo de cassação.
OUTROS RELATÓRIOS
Em 15 de dezembro, o conselho havia aprovado o primeiro relatório de Marcos Rogério pela admissibilidade, por 11 votos a 9, mas a votação foi anulada por uma decisão de Waldir Maranhão. Maranhão disse que o Conselho de Ética tinha obrigação de conceder vista aos deputados, por isso mandou o processo voltar à estaca zero.
Com essa determinação, o Conselho de Ética refez a tramitação e Marcos Rogério leu seu novo relatório nesta quarta. Desta vez, o presidente do conselho concedeu vistas do processo.
Protocolada em outubro pelos partidos PSOL e Rede, a representação pela cassação de Cunha até agora não saiu da fase inicial.
O primeiro relatório havia sido feito pelo deputado Fausto Pinato (PRB-SP), mas Pinato foi destituído por Waldir Maranhão antes que seu parecer fosse votado.
CONTAS NA SUÍÇA
A representação acusa o presidente da Câmara de ter mentido aos seus pares ao dizer, na CPI da Petrobras, que não possui contas no exterior. Em outubro, o Ministério Público da Suíça enviou ao Brasil quatro contas ligadas a Cunha que estavam sob investigação naquele país.
Em seu novo relatório, Marcos Rogério também acatou um aditamento feito pelos proponentes no qual pediu para ser avaliado também a existência de outras cinco contas no exterior ligadas a Cunha e que foram detalhadas na delação premiada dos empresários Ricardo Pernambuco e Ricardo Pernambuco Júnior, da Carioca Engenharia.
Cunha é alvo de uma denúncia na qual é acusado de receber US$ 5 milhões de propina de um contrato de navios-sonda da Petrobras. Também é alvo de um inquérito que apura o recebimento de propina em uma das contas na Suíça.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41