Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Acuado, PT evita falar de defesa de Lula em reunião de conselho político

Loading...

POLíTICA

Acuado, PT evita falar de defesa de Lula em reunião de conselho político

BELA MEGALE
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Horas depois de divulgar uma nota afirmando que a "escalada de ataques ao companheiro Lula" seria um dos temas "prioritários" da reunião desta segunda (15), realizada entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o conselho político do PT, o presidente da sigla, Rui Falcão, recuou em relação à pauta.
"Não tratamos desse assunto", disse ele em coletiva de imprensa após o encontro petista.
Falcão afirmou que na reunião, que durou cerca de quatro horas e teve a presença de nomes de peso do partido, como o prefeito Fernando Haddad, além de três governadores do PT, foram discutidas a "conjuntura política do Brasil, questões econômicas e as relações do Estado democrático de Direito".
Mais uma vez uma vez, o presidente do PT afirmou que as denúncias envolvendo Lula são "infundadas".
"As pessoas têm que provar que são inocentes. Embora o sítio esteja em nome de outra pessoa, o presidente Lula tem que provar que não é dele. É uma inversão de valores", disse.
Segundo investigações do Ministério Público paulista, o sítio de Atibaia, no interior de São Paulo, que é frequentado pelo ex-presidente e sua família teve reformas pagas pelas empreiteiras OAS e Odebrecht, investigadas pela Operação Lava Jato.
Acuados, a maioria dos petistas que participaram do encontro evitaram sair pela entrada principal, onde estava a imprensa, e boa parte se negou a comentar o conteúdo da reunião.
Rafael Marques, presidente do sindicado dos metalúrgicos do ABC, saiu com um livro do jornalista Paulo Moreira Leite sobre a Lava Jato, mas negou que a operação e as denúncias tenha sido debatidas. "O Lula veio contribuir como partido."
PLANO NACIONAL DE EMERGÊNCIA
Outro tema em debate foi um Plano Nacional de Emergência para retornar o crescimento do país com saídas que fogem da agenda neoliberal. Entre as propostas do documento está a convocação de uma Conferência Nacional de Política Econômica.
Questionado sobre a reforma da previdência do governo, Falcão afirmou que o PT sugere que "há outras questões para se tratar no país", mas enfatizou que o "foro legítimo para discutir o assunto é o criado pelo próprio governo".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 anos

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1881 · 30/11/2016

03 10 30 44 53 56