Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Conselho de Ética quer ir ao STF para manter processo contra Cunha

Loading...

POLíTICA

Conselho de Ética quer ir ao STF para manter processo contra Cunha

AGUIRRE TALENTO
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Conselho de Ética da Câmara planeja entrar com um mandado de segurança no STF (Supremo Tribunal Federal) para manter a admissibilidade do processo de cassação contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
O presidente do conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA), anunciou a intenção nesta quarta-feira (3), mas primeiro apresentará uma questão de ordem ao próprio Cunha no plenário da Câmara.
Na terça-feira (2), o conselho foi notificado de uma decisão do vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), anulando a sessão que aprovou a continuidade do processo contra Cunha. A decisão foi em resposta a um recurso do deputado Carlos Marun (PMDB-MS), aliado de Cunha, e leva o processo novamente ao estágio inicial -os aliados do presidente têm feito diversas manobras para atrasar o andamento do caso, cuja representação foi feita em outubro.
O argumento foi que o conselho não permitiu um pedido de vista ao parecer favorável à admissibilidade.
Araújo, porém, argumenta que Marun não poderia ter apresentado o recurso a Waldir Maranhão sem tê-lo formalizado ao Conselho de Ética, o que segundo ele não ocorreu. Por isso o presidente do conselho vai apresentar uma questão de ordem ao próprio Eduardo Cunha na noite desta quarta (3) tentando derrubar a decisão de Waldir Maranhão e, caso seja negado, deve entrar com o mandado de segurança.
O entendimento do conselho para negar o pedido de vista foi que se tratava de um segundo parecer, com argumentos semelhantes ao primeiro, e por isso não cabia esse pedido.
Houve um segundo parecer porque o primeiro relator, Fausto Pinato (PRB-SP), foi destituído da relatoria, também por uma decisão de Waldir Maranhão, aliado de Cunha investigado na Operação Lava Jato sob suspeita de receber recursos ilícitos. Com a destituição, foi designado um novo relator, Marcos Rogério (PDT-RO), que também foi favorável à continuidade do processo.
Uma reunião do conselho ainda está prevista para esta quarta (3) para tratar do assunto.
A representação contra Cunha, assinada por PSOL e Rede, acusa o presidente da Câmara de mentir aos seus pares ao negar possuir contas no exterior -em outubro, o Ministério Público da Suíça enviou às autoridades brasileiras quatro contas bancárias naquele país em que Cunha e familiares aparecem como beneficiário.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MAUÁ DA SERRA 09/12

CLAUDENIR COELHO SOARES, 35 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60