Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Lula reafirma que petista nunca teve apartamento em Guarujá

Loading...

POLíTICA

Instituto Lula reafirma que petista nunca teve apartamento em Guarujá

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Instituto Lula, que representa o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reafirmou na noite deste sábado (30) que o petista jamais foi dono de um apartamento em Guarujá, no litoral paulista, que é alvo de investigação do Ministério Público de São Paulo.
Em nota, o instituto acusa a imprensa, agentes públicos e a oposição de promover uma perseguição contra Lula (leia a íntegra da nota aqui).
Para a Promotoria, que ouvirá Lula em fevereiro, existem indícios de que os investigados - além do ex-presidente e sua mulher, o dono da empreiteira OAS, Léo Pinheiro, preso na Lava Jato, e um engenheiro da empresa - tentaram esconder a verdadeira identidade dos donos do apartamento, o que pode envolver crimes como lavagem de dinheiro.
O texto traz documentos que, segundo o instituto, demonstram que a ex-primeira-dama, Marisa Letícia Lula da Silva, tinha uma cota da Bancoop (cooperativa habitacional dos bancários) e abriu mão dela depois que o empreendimento Solaris, na praia de Astúrias, passou para a empreiteira OAS, quando a cooperativa quebrou.
Segundo a nota, dona Marisa, em 2005, investiu R$ 179.650,80 (cerca de R$ 286 mil, em valores atualizados) em uma cota-parte para adquirir a unidade 141 do edifício - gasto declarado à Justiça Eleitoral em 2006, já que Lula e dona Marisa são casados em comunhão de bens.
"Mesmo não tendo aderido ao novo contrato com a incorporadora OAS, a família manteve o direito de solicitar a qualquer tempo o resgate da cota de participação na Bancoop e no empreendimento", diz a nota.
"Um ano depois de concluída a obra do Edifício Solaris [2014], o ex-presidente Lula e Marisa Letícia visitam, junto com o então presidente da incorporadora OAS, Léo Pinheiro, uma unidade disponível para venda no condomínio."
Segundo o Instituto Lula, tratava-se do apartamento tríplex 164-A, com 215 metros de área privativa: dois pavimentos de 82,5 metros quadrados e um de 50 metros quadrados.
DIVERGÊNCIA E DESISTÊNCIA
"Por ser unidade não vendida, o 164-A estava (e está) registrado em nome da OAS Empreendimentos S.A. [...] Lula e Marisa avaliaram que o imóvel não se adequava às necessidades e características da família, nas condições em que se encontrava. Foi a única ocasião em que o ex-presidente Lula esteve no local", afirma o texto.
A afirmação contraria depoimentos de funcionários do prédio, que relataram que Lula e dona Marisa estiveram no local duas vezes.
Por fim, prossegue a nota, em novembro de 2015 dona Marisa desistiu de vez de ficar com um apartamento no edifício e solicitou a devolução do dinheiro investido.
"Mesmo tendo sido realizadas reformas e modificações no imóvel [unidade 164-A] (que naturalmente seriam incorporadas ao valor final da compra), as notícias infundadas [na imprensa], boatos e ilações romperam a privacidade necessária ao uso familiar do apartamento", justifica o instituto.
LAVA JATO
Ainda de acordo com a nota, a mais recente fase da Operação Lava Jato, "que busca estabelecer uma conexão entre o edifício Solaris e as investigações da Lava Jato", é a tentativa final dos adversários de Lula de envolvê-lo em um escândalo.
"A mesquinhez dessa 'denúncia', que restará sepultada nos autos e perante a História, é o final inglório da maior campanha de perseguição que já se fez a um líder político neste país. Sem ideias, sem propostas, sem rumo, a oposição acabou no Guarujá. Na mesma praia se expõem ao ridículo uma imprensa facciosa e seus agentes públicos partidarizados", conclui a nota.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 01/12

ALZIRA GUERINO, 88 anos
MARCOS ANTÔNIO PEGORER, 52 anos
ARMANDO TOALIARI, 79 anos

APUCARANA 01/12

JESUÍNO JOSE RIBEIRO, 84 anos
CLEMENTE LEITE DA SILVA, 77 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1881 · 30/11/2016

03 10 30 44 53 56