Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Haddad diz que teve 'conversa de corredor' com empreiteiro

Loading...

POLíTICA

Haddad diz que teve 'conversa de corredor' com empreiteiro

GIBA BERGAMIM JR.
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito Fernando Haddad (PT) disse à reportagem que o diálogo que ele teve com o empreiteiro Léo Pinheiro, em 2013, para que levasse ao conhecimento de Eduardo Cunha um pedido de ajuda na aprovação de uma emenda ao projeto sobre a renegociação da dívida foi uma "conversa de corredor".
Haddad afirmou que recebeu a orientação de procurá-lo por outros integrantes da Apeop (Associação Paulista de Empresas de Obras Públicas) durante palestra dele no Conselho da Cidade, no primeiro semestre daquele ano. A intenção do prefeito era que fosse incluída no texto a alteração que permitisse retroatividade no cálculo de renegociação.
"Perguntei a um dos empresários: 'Não tem algum de vocês que conheça o Eduardo Cunha, que é o relator do projeto? Me falaram: 'O Léo Pinheiro é alguém que goza de uma amizade'. Foi isso", afirmou o prefeito.
Segundo o petista, ele esteve na associação em agosto de 2013 para dar uma palestra sobre o Plano Diretor da cidade e outros temas. Pinheiro estava na plateia.
"Disse a ele [Pinheiro] que soube que ele tinha relacionamento com o deputado e perguntei se não poderia fazer chegar ao Cunha essa preocupação dos municípios", disse o prefeito.
Questionado se não poderia ter procurado diretamente Cunha -à época, relator do projeto-, Haddad disse que havia uma forte campanha dos municípios para levar a renegociação adiante e que era necessário buscar o máximo de representatividade.
"O que eu queria era que ele (Cunha) tivesse várias versões da mesma tese, que tivesse a compreensão do todo e que aquilo não era um chororô. Mandamos para ele uma carta de moção do conselho da cidade, mas eu queria mobilizar todos os esforços da sociedade para que não fosse a demanda de um só prefeito", afirmou o prefeito.
Segundo ele, essa moção foi enviada antes da conversa com Pinheiro.
Ele afirmou que, após o diálogo com o empreiteiro, teve várias conversas com Cunha e que não sabe o quão "decisiva" foi a intermediação de Pinheiro na questão. "Isso tem que ser perguntado ao Cunha."
"Conversamos com a assessoria do Guido [Mantega, então ministro da Fazenda], com líderes de partidos de todos os partidos, e ali foi aprovado por unanimidade, conseguimos abater R$ 44 bilhões da dívida da cidade, mas o pleito beneficiaria 180 municípios e 50 milhões de habitantes", disse.
Em nota, a gestão Haddad disse também que à época da conversa Pinheiro figurava como empreiteiro associado à Apeop e não havia sido citado na Operação Lava Jato até então.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MAUÁ DA SERRA 09/12

CLAUDENIR COELHO SOARES, 35 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60