Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Saúde Pública de Maringá confirma 1º caso de morcego com raiva em 2016

Loading...

NORTE DO PARANÁ

Saúde Pública de Maringá confirma 1º caso de morcego com raiva em 2016

Se a pessoa encontrar um morcego com alteração de hábito, que não seja pendurado ou voando durante o dia, o animal deve ser isolado - Foto - Tribuna do Norte

A Secretaria Municipal de Saúde de Maringá (norte do Paraná) confirmou nesta terça-feira (26), o primeiro caso de morcego com resultado positivo para raiva de 2016. Durante o ano passado foram registrados dois casos em diferentes pontos da cidade. O morcego com raiva confirmada foi recolhido nas proximidades da avenida Kakogawa.

A Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde fez o bloqueio da região onde o morcego foi recolhido. Agentes das Unidades Básicas de Saúde de referência para a área estão distribuindo folders informativos e orientando a população para os cuidados com humanos e animais. Se a pessoa encontrar um morcego com alteração de hábito, que não seja pendurado ou voando durante o dia, o animal deve ser isolado, sem contato direto, e a Secretaria de Saúde avisada através da Ouvidoria pelo telefone 156.

O mesmo deve ocorrer em casos de contato de animais de estimação (cães e gatos) com o morcego. No caso de localização de morcegos dentro de quartos ou banheiros, ou em quintais onde são criados animais domésticos, o morador deve procurar uma UBS ou uma das UPAs 24 Horas Zona Sul ou Zona Norte. Existe o risco de contato involuntário da pessoa ou do animal com o morcego durante a noite, e se esse morcego está dentro de casa, o ideal é procurar a saúde pública imediatamente.

ALERTA - O alerta da Vigilância Sanitária, valendo para toda a cidade, é evitar o contato com morcegos em qualquer situação, especialmente quando o animal estiver no chão e desorientado. As pessoas não devem também tentar retirar morcegos de seus alojamentos e em caso de contato acidental procurar uma Unidade Básica de Saúde imediatamente. A raiva é uma enfermidade fatal e que em caso de contato acidental é preciso procurar ajuda médica o quanto antes.

Mesmo sendo ocorrência localizada, o alerta vale para toda a cidade, pois as reclamações sobre a presença de morcegos são constantes. O alerta vale também para trabalhadores que entram em forros de imóveis ou em locais com baixa incidência de luz natural, que devem redobrar os cuidados quanto à possibilidade de presença de morcegos, e em caso positivo evitar o contato e comunicar a Secretaria de Saúde.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 04/12

ONOFRE CIUFFI, 78 anos
TEREZINHA ARAUJO SOARES, 69 anos
ANGELINA MENEO PALUSSIO, 91 anos 
DIONISIO REMES, 60 anos
NATIMORTO, 0 anos
LINDOLFO HEINZ, 72 anos

APUCARANA 03/12

ALTAIR RAIMUNDO DE SOUZA, 46 anos
AMADEU FERNANDES, 58 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41