Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Região de Londrina recebe reforço para atendimento à saúde

Loading...

SERVIÇO AEROMÉDICO

Região de Londrina recebe reforço para atendimento à saúde

O governador Beto Richa entregou na quinta-feira (8), em Londrina, o novo helicóptero do Serviço de Transporte Aeromédico do Paraná. Foto: Assessoria

O governador Beto Richa entregou na quinta-feira (8), em Londrina, o novo helicóptero do Serviço de Transporte Aeromédico do Paraná. A aeronave será responsável por realizar missões de resgate e transferência de pacientes, cobrindo a demanda dos 97 municípios da região Norte do Estado. Na mesma solenidade, Richa também inaugurou a nova ala de enfermaria do Hospital Zona Norte de Londrina, que é referência para o Norte do Estado. A estrutura ganhou mais 17 leitos e um aparelho de tomografia digital. 

“São investimentos que melhoram a qualidade do atendimento das pessoas. Isso demonstra a nossa preocupação com a saúde pública na região”, afirmou o governador.

Ele ressaltou que a instalação de mais esta base de helicóptero é um marco para a saúde dos paranaenses. 

“Pela primeira vez na história, o Estado conta com uma frota de cinco aeronaves totalmente à disposição da área da saúde. São quatro helicópteros e um avião UTI, que todos os dias salvam vidas aqui no Paraná”, disse. 

Nesta mesma quinta-feira, ele inaugurou a base de serviços aeromédicos em Maringá, para atender a região Noroeste. O serviço já existe, também, em Cascavel e Curitiba. 

Entregue oficialmente nesta quinta-feira, o helicóptero baseado em Londrina está em operação desde o dia 1º de dezembro. De lá pra cá, já foram nove missões de resgate. A aeronave atua em conjunto com a equipe do Samu 192. Todo custo operacional é bancado com recursos do Governo do Estado.

Decisivo
O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, explicou que o helicóptero poderá ser deslocado para o atendimento de casos graves, que necessitam de intervenção rápida, ou em ocorrências cujos locais são de difícil acesso. 

“Em situações de urgência, cada minuto é decisivo para se salvar uma vida. Por isso, temos trabalhado para garantir um atendimento ágil, aumentando as chances de sobrevivência dos pacientes e reduzindo o risco de possíveis sequelas”, disse.Antigamente, o transporte aeromédico na região era realizado pelo Grupamento Aeropolicial Resgate Aéreo, também sediado em Londrina. 

A aeronave era compartilhada com a área de segurança pública. Com o novo helicóptero, a expectativa é que o número de operações ligadas à área da saúde cresça significativamente. Em 2015, o Graer de Londrina realizou 152 atendimentos de saúde. 

Para se ter ideia, no mesmo período, o helicóptero exclusivo da saúde em Cascavel fez 297 atendimentos, praticamente o dobro.Segundo o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, a iniciativa de implantar mais um helicóptero em Londrina é uma atitude ousada do Estado, mas que possibilita que mais pessoas sejam atendidas. 

"Com o helicóptero do Graer e mais este da Saúde, teremos duas aeronaves à disposição. Isso é algo que nos dá mais segurança, tendo em vista as situações de urgência que já ocorreram na região", concluiu.

Mais leitos e tomógrafo digital para o Hospital da Zona
O governador inaugurou os 17 novos leitos do Hospital Zona Norte de Londrina. A obra de reforma e ampliação, no valor de R$ 200 mil, remodelou duas enfermarias e trouxe mais conforto e segurança aos pacientes atendidos no Pronto Socorro.

O espaço é composto por 15 leitos de internamento e dois de isolamento, além de um novo posto de enfermagem. 

"Estamos fazendo uma grande reestruturação na área da saúde. Obras por todo o Estado e isso tudo para levar atendimento de qualidade para mais perto das pessoas", declarou o governador.

Com a ampliação, o hospital passa a ter 115 leitos gerais e se consolida como referência em urgência e emergência. São pelo menos 5,5 mil atendimentos por mês. A Secretaria de Estado da Saúde já planeja uma nova obra na unidade. 

"O projeto é construir um prédio anexo, que abrigaria 30 leitos de UTI, almoxarifado e o setor de farmácia. A obra está estimada em R$ 12 milhões", informou o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto.

O governador entregou um novo tomógrafo digital ao hospital. O aparelho será essencial para agilizar a fila de espera por este tipo de exame na região. O Estado aplicou mais de R$ 800 mil na aquisição do equipamento.A expectativa é que o hospital realize cerca 315 exames por mês. 

A intenção é atender a demanda de pacientes de Londrina e mais 20 municípios: Alvorada do Sul, Assaí, Bela Vista do Paraíso, Cafeara, Cambé, Centenário do Sul, Florestópolis, Guaraci, Ibiporã, Jaguapitã, Jataizinho, Lupionópolis, Miraselva, Pitangueiras, Porecatu, Prado Ferreira, Primeiro de Maio, Rolândia, Sertanópolis e Tamarana.

O diretor do Hospital da Zona Norte, Luiz Soares Koury, relata que pacientes internados também serão beneficiados. 

"Vamos mudar a atual realidade. Hoje, quem precisa realizar o exame tem que ser transferido para uma clínica terceirizada e depois retorna ao Zona Norte para dar continuidade ao tratamento", comentou.O reforço na estrutura do Hospital Zona Norte também tem impacto direto na rede de saúde de Londrina. Em 2014, quando foi suspensa a realização de cirurgias ortopédicas no município, o Hospital Zona Norte assumiu a demanda junto com o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema (Cismepar). 

"O Zona Norte foi muito importante naquela época para que a saúde de Londrina não entrasse em colapso. Nos últimos seis meses, temos sentido bastante a diferença em nossa rede básica graças a este novo momento do hospital", conta o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff.

Presenças
Participaram da solenidade o coordenador da Rede Paraná Urgência, Vinícius Filipack; o prefeito de Centenário do Sul e presidente da Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar), Luiz Micácio; o prefeito de Cambé, João Pavinato, os deputados estaduais Alexandre Curi, Thiago Amaral e Cobra Repórter.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

MARILÂNDIA DO SUL 22/01

GENEROSA PEREIRA DO NASCIMENTO, 88 anos

ARAPONGAS 21/01

DEVANIL NAREZE, 71 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1896 · 21/01/2017

03 06 14 15 21 25