Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

11 pessoas são assassinadas e 24 feridas em Londrina e região; um dos mortos era PM

Loading...

CARNIFICINA

11 pessoas são assassinadas e 24 feridas em Londrina e região; um dos mortos era PM

Polícia do Paraná está em estado de alerta com assassinatos de PMs ocorridos no Estado - Foto: TNONLINE

A Polícia Civil de Londrina confirmou que na noite de sexta-feira (29) e madrugada de sábado (30) foi uma das mais violentas na cidade de Londrina. Conforme investigadores, foram registradas oito mortes em Londrina, uma em Ipiborã, uma em Arapongas, uma em Cambé, totalizando 11 vítimas assassinadas com disparos de arma de fogo.

Uma das vítimas da era policial militar, morto na Zona Norte, no Conjunto Milton Gavetti, em Londrina. Ele foi identificado como Cristiano Luiz Botino, 33 anos. Cristiano foi baleado quando estava perto do Lago Norte, no Conjunto Milton Gavetti, por volta das 20h. Além disso, outras 24 pessoas foram baleadas. De todas as vítimas, seis foram baleadas no Jardim Planalto. Informação ainda não confirmada indica que um segundo policial teria sido morto na Avenida Higienópolis.

SÉRIE DE ASSASSINATOS - Desde o início desta semana, Londrina registra uma onda de violência, com várias pessoas sendo mortas. Até quinta-feira (28), sete assassinatos tinham sido registrados na cidade. A Polícia Civil investiga a série de assassinatos e não descarta a possibilidade de as ocorrências terem relação com o atentado cometido contra um policial militar na Avenida Saul Elkind, também na região Norte da cidade, durante a madrugada da última terça-feira (26), instantes antes do registro dos dois primeiros dos sete homicídios.

ATAQUES A POLICIAIS - Cicno policiais militares foram vítimas de violência no Paraná nos últimos 30 dias. O comandante geral da PMPR (Polícia Militar do Paraná), coronel Maurício Tortato, divulgou nota sobre os casos de violência que atingiram a corporação nos últimos dias. Na nota, ele diz que corporação está em luto e cada militar “sangra em sua alma e sente a dor de perder um irmão de farda de forma trágica”. Para Tortato, os motivos que levaram a tanta violência são diversos em circunstâncias absolutamente desconexas. 

“Companheiros de luta foram feridos ou perderam a vida”, disse. Toda a corporação está em alerta, segundo o comando, em luto pelos que se foram, mas velando pelos que ficam. “O mesmo mal que atingiu nossos parceiros é aquele que atinge a sociedade pela qual lutamos, de sol a sol. Por quem damos a vida para proteger”, ressaltou o comando.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

APUCARANA 05/12

YOSHIMATSU NIKI, 99 anos

SULINA ANTONIA DA SILVA, 82 anos

JOSE BECEL, 80 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41