Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cidades como Milão e Porto disputam agências europeias após o 'brexit'

Loading...

GERAL

Cidades como Milão e Porto disputam agências europeias após o 'brexit'

DIOGO BERCITO

MADRI, ESPANHA (FOLHAPRESS) - A União Europeia anunciou nesta terça-feira (1º) ter recebido 27 propostas para relocar suas duas agências hoje sediadas no Reino Unido, que deixará o bloco em 2019.

A relocação dos prestigiosos escritórios -que lidam com regulação farmacêutica e financeira- é uma das consequências de curto prazo do "brexit", aprovado por voto popular em junho de 2016, e um indício do crescente isolamento britânico.

Centenas de funcionários e suas famílias vão ser também deslocados, e as próximas sedes receberão um empurrão político e econômico.

Houve 19 ofertas para a Agência Europeia de Medicamentos e 8 para a Autoridade Bancária Europeia, atualmente baseadas em Londres. No total, concorrem 23 cidades, incluindo Amsterdã, Barcelona, Milão e o Porto.

A decisão será tomada em novembro em comum acordo entre os 27 Estados-membros da União Europeia a partir de critérios como a acessibilidade. É essencial também que as duas agências estejam prontas para operar assim que o Reino Unido conclua o processo de saída.

IMPACTOS

A Agência Europeia de Medicamentos é responsável pela avaliação, supervisão e monitoramento de medicamentos na União Europeia. Já a Autoridade Bancária Europeia trabalha com a regulação do setor bancário europeu, avaliando, por exemplo, as suas vulnerabilidades.

Ambas as saídas terão impacto negativo no Reino Unido. Perder a Agência Europeia de Medicamentos significa entraves à regulação e um possível atraso na chegada de remédios aos pacientes britânicos. O setor farmacêutico pode cortar seus fundos à pesquisa no Reino Unido.

No caso da Autoridade Bancária Europeia, o deslocamento pode ser acompanhado pela saída de bancos e de funcionários, enfraquecendo seu setor financeiro.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias