Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

ATUALIZADA - Queda de avião militar dos EUA deixa 16 tripulantes mortos no Mississippi

Loading...

GERAL

ATUALIZADA - Queda de avião militar dos EUA deixa 16 tripulantes mortos no Mississippi

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um avião militar dos Estados Unidos caiu em uma área rural do Estado do Mississippi, no sul do país, na tarde desta segunda-feira (10), deixando todos os 16 tripulantes mortos.

Os destroços da aeronave do modelo KC-130, usada pelos fuzileiros navais como avião de reabastecimento, ficaram espalhados por um raio de 8 quilômetros. Não se sabe ainda a causa do acidente.

Uma testemunha ouvida pela agência de notícias Associated Press disse que ouviu uma explosão e que viu o avião girando no ar antes de cair.

A rede WSOC-TV, de Charlotte, noticiou, citando a Agência Federal de Aviação, que o voo partiu de Cherry Point, na Carolina do Norte, que abriga uma base aérea dos Fuzileiros Navais.

O porta-voz do FBI Brett Carr disse ao jornal "The New York Times" que a agência está enviando funcionários ao local da queda, mas que as autoridades não acreditam ter se tratado de algo intencional.

"Estamos simplesmente tentando oferecer qualquer tipo de assistência", disse Carr, porta-voz do escritório do FBI em Jackson, no Mississippi.

A aeronave é usada para reabastecimento em pleno ar, transportar cargas e realizar missões táticas de passageiros. Ela é operada por três tripulantes e pode levar 92 tropas terrestres ou 64 paraquedistas, de acordo com uma descrição no site da Marinha dos EUA.

Este é o acidente mais grave de um avião militar nos Estados Unidos desde 2001. Em quase 20 anos foram registrados seis acidentes do tipo, o mais recente em 2012, que deixou quatro mortos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias