Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

ATUALIZADA - Crivella diz que vai buscar recursos da iniciativa privada para o Carnaval

Loading...

GERAL

ATUALIZADA - Crivella diz que vai buscar recursos da iniciativa privada para o Carnaval

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Em reunião com escolas de samba, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), disse que vai se empenhar em buscar recursos da iniciativa privada para compensar a redução do subsídio que a prefeitura dará às escolas em 2018.

O encontro, que aconteceu nesta quarta-feira (28), pretendia resolver o impasse que se estabeleceu desde que Crivella decidiu reduzir o apoio -em reação, as escolas chegaram a dizer que não desfilariam em 2018.

"Vou lutar muito para conseguir os recursos para o Carnaval. Hoje, demos o primeiro passo para um acordo. Fundamos o bloco 'É conversando que a gente se entende'", disse Crivella, ao lado do presidente da Riotur, Marcelo Alves.

Crivella também disse que vai repassar ainda neste ano os recursos destinados ao evento de 2018, o que é uma vantagem para as escolas, que costumam receber em fevereiro, já perto da data do desfile.

Ele reafirmou, ainda, que fará melhorias no sambódromo: substituição da iluminação para lâmpadas de LED, instalação de telões e outros reparos, como a reforma de 36 banheiros e dos assentos das arquibancadas.

A redução da ajuda da prefeitura, no entanto, está mantida. Crivella já havia anunciado que repassará R$1 milhão para cada escola de samba, e não R$ 2 milhões, como fez o ex-prefeito Eduardo Paes nos últimos dois anos.

O presidente da Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba), Jorge Castanheira, disse, por sua vez, que saiu otimista do encontro, e que os desfiles serão mantidos.

Uma nova reunião foi marcada para a próxima segunda-feira (3).

SÃO PAULO

O uso de investimentos privados para compensar um menor apoio financeiro da prefeitura também é a aposta do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB). O anúncio do tucano aconteceu na semana passada, mas não foram informados detalhes do corte do repasse na capital paulista.

"Todos aqui têm responsabilidade fiscal. Não podemos gastar mais do que aquilo que se arrecada. Não podemos ter uma atitude irresponsável fiscalmente para atender este ou aquele setor (...) Vamos suplementar os recursos que a prefeitura tiver necessidade de reduzir com o investimento privado, ou seja, às escolas de samba e à Liga não vai faltar o recurso estimado e previsto", disse Doria na ocasião.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias