Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Johnny Depp pode ser denunciado por perjúrio pelo governo australiano, diz vice-premiê

Loading...

GERAL

Johnny Depp pode ser denunciado por perjúrio pelo governo australiano, diz vice-premiê

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quando a história parecia ter acabado, o vice-premiê australiano, Barnaby Joyce, afirmou nesta terça-feira (27) que pode denunciar o ator Johnny Depp, 54, por perjúrio caso seja comprovado que o astro hollywoodiano tenha mentido ao entrar com dois cachorros ilegalmente na Austrália em 2015.

A declaração foi dada depois de o site "People Celebrity" divulgar no último sábado (24) que o ator sabia que estava descumprindo as leis australianas ao viajar com dois yorkshire terriers -Pistol e Boo- ao país.

A informação foi dada por ex-gerentes da empresa TMG, antiga representante de Depp. Na documentação obtida pelo site, os ex-gerentes afirmam que o ator estava "plenamente consciente de que ele estava levando ilegalmente seus cachorros para a Austrália".

"Isto é uma alegação. Mas se a alegação for correta, e ainda é preciso verificar, há uma palavra para isso, e se chama perjúrio", disse Joyce à emissora australiana "ABC". Segundo o vice-premiê, a entrada ilegal de animais é uma forma de provocar uma epidemia de raiva e outras doenças.

Na época do incidente, Johnny Depp havia viajado ao país para as filmagens do quinto filme da série "Piratas do Caribe". Ele estava com a atriz norte-americana Amber Heard, então sua mulher, que foi condenada a pagar mil dólares australianos por falsificar os documentos de quarentena dos dois cachorros quando ambos visitaram a Austrália.

Para evitar doenças, a lei australiana obriga os cães e gatos procedentes dos Estados Unidos a passar dez dias em isolamento quando chegam ao país. Depp não cumpriu a lei e viajou com seus dois terriers diretamente em seu jato privado, sem declarar a presença dos animais, até Brisbane, onde desembarcou.

Eles também tiveram que gravar um vídeo pedindo desculpas em que Depp aparece inexpressivo, além de afirmar que os australianos eram tão únicos quanto sua vida selvagem. Na época, a imprensa internacional afirmou que o vídeo era "bizarro" e "surreal".

Joyce, que era ministro da Agricultura, ameaçou sacrificar os animais caso eles não fossem devolvidos aos Estados Unidos imediatamente. "Só porque ele é Johnny Depp, isto não significa que está isento de cumprir a lei australiana", declarou Barnaby Joyce, na época.

Uma campanha on-line para salvar os animais de estimação, Pistol e Boo, reuniu mais de 3.000 assinaturas em poucas horas, e os cachorros retornaram aos Estados Unidos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias