Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

SP pede mais vacinas contra a gripe ao ministério para estender campanha

Loading...

GERAL

SP pede mais vacinas contra a gripe ao ministério para estender campanha

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo de São Paulo afirmou nesta terça-feira (6) que vai solicitar ao Ministério da Saúde o envio de 31 milhões de doses extras da vacina contra a gripe para ampliar a toda população do Estado a campanha nacional de vacinação contra a doença.

Desde segunda (5) alguns Estados passaram a vacinar pessoas que não pertencem ao público-alvo inicial por conta de uma recomendação do Ministério da Saúde, que afirma ter sido baixa a procura dos grupos prioritário -nenhum deles alcançou a meta de 90% de imunização.

O público-alvo da campanha inclui idosos, crianças de 6 meses a 5 anos, trabalhadores da saúde, professores, indígenas, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), portadores de doenças crônicas, presos e jovens que cumprem medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional.

O governo federal afirmou na semana passada que tinha 10 milhões de doses disponíveis em estoque, de um total de 60 milhões tinham sido adquiridas.

O Estado de São Paulo, porém, manteve a campanha voltada só aos grupos prioritários devido ao estoque de apenas 3,6 mi de doses. "São Paulo tem mais de 44 milhões de habitantes e, portanto, uma eventual ampliação de públicos depende do envio de quantitativos extras", disse o governo após a recomendação.

Procurado, o ministério afirmou nesta terça, em nota, que todas as doses disponíveis para 2017 já foram distribuídas às unidades da federação, e que os Estados e municípios têm autonomia para aderir ou não à recomendação de ampliação, "conforme a disponibilidade das vacinas e necessidades locais".

Até agora, foram vacinados no Estado 9,4 milhões de pessoas em 51 dias de campanha. Apesar de poucas doses restantes, o ministério afirma que "não concorda com o desperdício de vacinas e, portanto, recomenda que disponibilize a imunização à população do Estado até o fim de seu estoque".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias