Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Trump demite diretor do FBI após erro em declaração sobre e-mails de Hillary

Loading...

GERAL

Trump demite diretor do FBI após erro em declaração sobre e-mails de Hillary

ISABEL FLECK

WASHINGTON, EUA (FOLHAPRESS) - O presidente Donald Trump demitiu o diretor do FBI (polícia federal americana), James Comey, nesta terça-feira (9) por recomendação do secretário de Justiça, Jeff Sessions, segundo a Casa Branca.

Em carta enviada por Trump para Comey, o presidente sugere que as investigações sobre a interferência da Rússia nas eleições de 2016 pode estar relacionada à decisão.

"Mesmo que eu aprecie muito o fato de você ter me informado, em três ocasiões separadas, que eu não estou sob investigação, eu concordo com o julgamento do Departamento de Justiça de que você não está apto a liderar efetivamente o bureau (FBI)", disse Trump, segundo trecho da carta divulgada pelo "The New York Times".

O presidente ainda afirmou ser necessário encontrar um novo diretor para o FBI que "restaure a confiança pública" na sua "missão vital de aplicação da lei".

O anúncio divulgado pelo porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, diz que a busca por um novo diretor começa "imediatamente".

HILLARY

A demissão ocorre no mesmo dia em que o FBI enviou ao Congresso carta corrigindo as declarações de Comey sobre os e-mails de Hillary Clinton.

Na semana passada, o então diretor do FBI afirmou aos parlamentares que Huma Abedin, assessora da democrata, havia encaminhado para seu marido, para serem impressos, "centenas de milhares" de e-mails, incluindo alguns confidenciais, da ex-secretária de Estado.

Na carta redigida nesta terça, o FBI voltou atrás e disse que a declaração estava incorreta. Segundo o órgão, só um pequeno número de e-mails encontrados no laptop foi encaminhado. A maior parte das mensagens detectadas fazia parte de um backup de outros aparelhos eletrônicos.

A varredura do FBI no computador do ex-deputado Anthony Weiner, que era marido de Huma, foi feita pelo FBI em meio a uma investigação de um escândalo sexual.

A informação teve repercussão negativa sobre a campanha presidencial de Hillary, investigada por usar um servidor de e-mails privado durante o período em que foi Secretária de Estado de Barack Obama.

Democratas acusam Comey de ter colaborado com a eleição de Donald Trump ao reabrir a investigação dez dias antes da votação.

O diretor do FBI disse no depoimento ao Congresso "sentir náuseas" ao pensar que sua atuação pode ter contribuído com a vitória do republicano, mas ponderou que seria "catastrófico" ficar em silêncio diante das mensagens encontradas.

A carta corrigindo o depoimento foi divulgada após reportagem da agência de notícias Associated Press trazer a público a informação sobre o erro do diretor, com base em declarações dadas por anonimato por uma pessoa com conhecimento das investigações.

De acordo com a fonte da AP, não havia dados confidenciais nas mensagens encaminhadas.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias