Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Oposição abre processo para declarar ilegal a saída da Venezuela da OEA

Loading...

GERAL

Oposição abre processo para declarar ilegal a saída da Venezuela da OEA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Assembleia Nacional da Venezuela, dominada pela oposição ao presidente Nicolás Maduro, abriu nesta quinta-feira (27) um processo para declarar a inconstitucionalidade da decisão do governo chavista de deixar a OEA.

O presidente da Comissão de Relações Exteriores, Luis Florido, considera que o Executivo não pode decidir sozinho pelo abandono da organização. "Esta é uma decisão que envolve o Estado. Portanto, deve contar com a aprovação da Assembleia Nacional."

Como prova da violação constitucional, Florido cita o artigo em que se estabelece que todos os tratados internacionais assinados pela Venezuela "têm hierarquia constitucional e prevalecem na ordem interna" do país.

A lei máxima venezuelana determina que a Assembleia Nacional deve votar a adesão da Venezuela a acordos internacionais, mas não menciona o caso de uma saída.

Mesmo que a declaração seja aprovada, ela não será aplicada porque o Tribunal Supremo de Justiça considera o Legislativo em desacato devido à incorporação de três deputados impugnados.

Nesta quinta, os parlamentares opositores aprovaram uma declaração em que pedem a antecipação das eleições presidenciais, previstas para dezembro de 2018.

Os rivais de Maduro também reiteram as reivindicações feitas nos últimos meses —libertação dos opositores presos, a convocação de eleições regionais, o fim do desacato do Legislativo e o recebimento de ajuda humanitária.

O texto foi compartilhado em uma rede social pelo secretário-geral da OEA, Luis Almagro, mas ele não se pronunciou sobre a saída da Venezuela da organização.

Seu chefe de gabinete, Gonzalo Koncke, disse, em entrevista ao canal NTN24, que o chavismo "transmite um sinal de debilidade" ao abandonar o órgão, que chama de "casa da democracia e dos direitos humanos".

Os governistas encararam a saída da OEA como uma vitória. A chanceler Delcy Rodríguez diz que a população "está comemorando" a decisão."Estou feliz de não ter que ligar mais para Washington [onde fica a sede da OEA] todas as manhãs para me dizerem o que eu devo fazer."

HOMENAGEM

Nesta quinta, os dirigentes da oposição voltaram às ruas para homenagear o estudante Juan Pablo Pernalete, morto nos protestos de quarta (26) na zona leste de Caracas.

Segundo testemunhas e os médicos que o atenderam, Pernalete morreu depois de ser atingido no peito por uma bomba de gás lacrimogêneo atirada pela Guarda Nacional na repressão à manifestação.

Para o governo, o estudante foi atingido por uma bomba caseira atirada por um grupo armado da oposição, que também teria baleado dois guardas nacionais.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias