Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

ATUALIZADA - Equipes de resgate buscam sobreviventes de tragédia na Colômbia

Loading...

GERAL

ATUALIZADA - Equipes de resgate buscam sobreviventes de tragédia na Colômbia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dia após os deslizamentos de terra que deixaram ao menos 210 mortos em Mocoa, no sul da Colômbia, equipes de resgate lutavam neste domingo (2) para buscar sobreviventes enquanto o governo enviava ajuda humanitária à região.

Centenas de pessoas que sobreviveram à catástrofe, uma das piores na história recente do país, passaram a noite à procura de seus parentes entre lama, pedras e escombros.

No sábado (1º) o governo chegou a anunciar que havia mais de 250 mortos, mas o número foi revisado para 210 no domingo (2). Ainda há muitos desaparecidos.

"Eu quero saber algo sobre elas, se elas estão feridas ou se estão mortas, que Deus tenha piedade", disse María Lilia Tisoy, chorando enquanto procurava sua neta e duas filhas, uma delas grávida, no que restou de sua casa.

Também prosseguia a identificação dos cadáveres que permanecem no hospital da cidade. Segundo as autoridades, 170 corpos já passaram por esse processo.

Mocoa, uma pequena cidade, com cerca de 40 mil habitantes e próxima à fronteira com Equador e Peru, foi devastada pelo transbordamento de três rios na madrugada de sexta (31) para sábado. O município está sem energia elétrica e água corrente.

Condolências foram enviados por países e organizações de todo o mundo, incluindo o Brasil, que ofereceu ajuda à Colômbia.

Em uma mensagem, o papa Francisco disse rezar pelas vítimas. "Asseguro nosso apoio a todos que os choram o desaparecimento de seus entes queridos", disse.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias