Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após caos no RJ, acampados entram primeiro em show de Bieber em SP

Loading...

GERAL

Após caos no RJ, acampados entram primeiro em show de Bieber em SP

FELIPE GIACOMELLI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Foi tranquila a abertura dos portões para o show de Justin Bieber, neste sábado (1º), no Allianz Parque, zona oeste de São Paulo. Segundo a Polícia Militar e a Guarda Civil Metropolitana, não houve ocorrências registradas.

A apresentação de Bieber não deve começar antes das 20h30. A expectativa é que 44 mil pessoas passem por noite pelo estádio. Apesar de a abertura dos portões ter sido marcada para as 16h, cerca de 20 minutos antes a entrada de parte do público já havia sido liberada, principalmente em setores de ingressos mais caros.

No show do astro pop no Rio, houve reclamações de que os portões foram abertos muito antes do horário marcado, o que pegou desprevenidos fãs que acampavam há meses para vê-los de perto. Em São Paulo, como a antecedência foi menor, os fãs que aguardavam no entorno do estádio há meses conseguiram entrar sem problemas para tentar ficar mais próximos do ídolo.

Mas o acampamento ainda não desapareceu próximo às entradas do estádio. Alguns fãs, na fila desde janeiro, esperam a abertura dos portões para a apresentação de Bieber neste domingo (2). É o caso de Jéssica Araújo, 23. Ela conta que a irmã estava acampada para o show deste sábado e conseguiu entrar sem problemas. Jéssica, agora, aguarda o do domingo, embora poderá ouvir nesta noite tudo o que vai acontecer.

"Minha mãe nos apoia em ser fã assim, só não gosta muito dessa coisa de dormir meses na rua", diz a fã, que acompanhou de perto as notícias de Bieber nos últimos dias, como o cantor ter sido visto junto com várias mulheres, e a atriz Larissa Manoela ter sido convidada para um dos after-party do artista.

Outros acampados aproveitavam para conversar com os responsáveis pelas filas para garantir que vão entrar na frente neste domingo.

Para quem entrou na fila, o desafio era não se perder dos amigos. País, que ficavam do lado de fora das grades, orientavam seus filhos. "Calma" e "não empurra" eram as ordens mais comuns.

Quem estava fora da grade também provocava. "O Justin já chegou", dizia uma jovem, tentando apressar que entrava. "Ele nem liga para vocês", afirmava outra, antes de pedir ingresso a uma moça que acompanhava uma criança —menores de 13 anos precisam estar acompanhados para entrar no show.

O único momento de mais tensão aconteceu faltando dez minutos para as 18h, quando policiais militares e organização desfizeram o gradil para que quatro carros, sendo um SUV levando o cantor —que de vidros fechados filmava pelo celular tudo o que acontecia— saiu da rua Caraíbas direto para o portão do estádio, para o delírio de quem estava na região. Em dois ou três minutos o local voltou ao normal como se nada tivesse acontecido.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias