Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Dan Stulbach entrevistou transexuais para viver pai de uma em 'A Força do Querer'

Loading...

GERAL

Dan Stulbach entrevistou transexuais para viver pai de uma em 'A Força do Querer'

CRIS VERONEZ

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Dan Stulbach faz uma dupla comemoração neste ano: celebra o vigésimo aniversário de carreira e seu personagem Eugênio, em "A Força do Querer", próxima trama das 21h da Globo, de Gloria Perez.

Ele estava afastado das novelas havia cinco anos, desde que migrou da Globo para a Band, para apresentar o "CQC". Nesse período, ele também se dedicou ao teatro e a outros programas de rádio e de TV.

Dan explica o que o fez sumir por algum tempo dos folhetins: "As oportunidades de papéis que pintaram não tinham nada a ver comigo".

O papel em "A Força do Querer" o fez voltar às novelas. "Este é o personagem mais íntegro, mais honesto, mais ético que eu já fiz na vida. E acho isso legal nesse momento que vivemos no país", opina.

UNIVERSO TRANS

Em "A Força do Querer" (Globo), com direção de Rogério Gomes e estreia prevista para 3 de abril, ele será Eugênio, diretor de uma empresa de alimentos que sempre sonhou em montar seu escritório de advocacia.

O personagem é casado com Joyce (Maria Fernanda Cândido) e tem dois filhos, Ruy (Fiuk) e Ivana (Carol Duarte). A jovem vai se descobrir transexual ao longo dos capítulos.

"Tomei a iniciativa de entrevistar cinco transexuais, masculinos e femininos. Queria aprender sobre o assunto, derrubar minha ignorância, melhorá-la", conta.

"O preconceito é filho da ignorância. E uma novela que propõe essa discussão, que procura esclarecer um assunto desses, de alguma maneira abre uma grande possibilidade de derrubar ou pelo menos diminuir o preconceito. Isso engrandece a minha profissão. Me anima a fazer uma novela", reflete.

Dan classifica as cenas que faz com Carol como delicadas, interessantes e verdadeiras. "É o melhor caminho que a gente tem para seduzir as pessoas e trazê-las para a discussão. Não é uma aula. É arte", diz o ator.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias