Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Com mensagens nacionalistas, atos pró-Trump reúnem milhares nos EUA

Loading...

GERAL

Com mensagens nacionalistas, atos pró-Trump reúnem milhares nos EUA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma série de manifestações de apoio ao presidente Donald Trump reuniu milhares de pessoas em diversas cidades americanas neste sábado (4), um contraponto aos protestos da oposição das últimas semanas.

Convocados por uma organização chamada Spirit of America, os apoiadores reuniram menos manifestantes que os detratores, mas atingiram pelo menos 28 dos 50 Estados americanos, principalmente no interior do país.

A maioria levava bandeiras americanas, cartazes da campanha eleitoral e com mensagens nacionalistas, juras de amor e a favor das medidas do presidente, como as deportações e o decreto anti-imigração.

"As pessoas sentem que não podem tirar o pé do acelerador e precisamos apoiar nosso presidente. Como alguém pode ficar desapontado com alguém que traz empregos de volta?", disse Meshawn Maddock, de Lansing.

Na cidade de Michigan, manifestantes gritaram "entra no ônibus e volta para o México". Outros replicaram ideias como "mídia desonesta" e que a oposição democrata está "a ponto da sedição" ao impedir o presidente.

Em Nova York, os apoiadores se reuniram em frente à Trump Tower e a Casa Branca foi o palco da manifestação em Washington. O presidente acenou aos seguidores que estavam na frente do resort de Mar-a-Lago, na Flórida.

Na capital, um grupo de homossexuais mostrou seu apoio no National Mall. "Há muitos grupos irritados protestando e nós entendemos que era importante dar seu apoio", disse Peter Boykin, presidente da Gays for Trump.

Para Margaret Howe, de Pataskala, em Ohio, há o risco de guerra civil devido à divisão política. "Nós não queremos que isso aconteça. Nós saímos hoje porque Trump merece ver que há pessoas que o apoiam."

CONTRAPROTESTO

Ao lado dos atos de apoio, manifestantes anti-Trump faziam contraprotestos. Dentre as mensagens, estavam "Não a Trump, não à Ku Klux Klan, não aos EUA fascista", "Refugiados são bem-vindos" e "Seu voto foi um crime de ódio".

A presença dos adversários provocou confusões em algumas cidades. Seis opositores ao presidente foram presos em St.Paul, Minnesota, e outros dois em Nashville, Tennessee.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias