Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

ATUALIZADA - Ministro do STF suspende nomeação de filho de Crivella no Rio de Janeiro

Loading...

GERAL

ATUALIZADA - Ministro do STF suspende nomeação de filho de Crivella no Rio de Janeiro

LETÍCIA CASADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro Marco Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), suspendeu a nomeação de Marcelo Hodge Crivella como secretário chefe da Casa Civil da Prefeitura do Rio. Ele é filho do prefeito da cidade, Marcelo Crivella (PRB).

Para o ministro, a nomeação caracterizou nepotismo, prática vedada pelo tribunal. "Precisamos ter apego ao estabelecido pelas leis", disse o ministro.

"No Brasil, não precisamos de mais leis. Precisamos de mais homens públicos que observem o arcabouço normativo em vigor. Se fizermos isso, vamos avançar culturalmente. Se não fizermos, não vamos avançar", afirmou Marco Aurélio ao sair de sessão do STF.

Na decisão, Marco Aurélio escreveu: "Ao indicar parente em linha reta para desempenhar a mencionada função, a autoridade reclamada, mediante ato administrativo, acabou por desrespeitar o preceito revelado no verbete vinculante 13 da Súmula do Supremo".

A súmula vinculante determina que "a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta (...) até o terceiro grau (...) viola a Constituição Federal".

Crivella também nomeou sua mulher, Sylvia Jane Crivella, para coordenar a Obra Social na cidade.

EQUIPE

Na semana passada, a Folha noticiou uma série de recuos nas nomeações feitas por Crivella na prefeitura. Ao todo, cinco nomeações desfeitas após polêmicas envolvendo os nomes escolhidos pelo prefeito.

Ele revogou a indicação do advogado Arthur Fuks para a Subsecretaria de Inclusão Produtiva -que defendeu em rede social a morte de presidiários e prisão perpétua para crianças.

Crivella teria como responsável pela fiscalização das vans no Rio o delegado da Polícia Federal Bráulio do Carmo, mas que foi excluído após circular a informação de que ele é réu em Cuiabá por ter ferido uma pessoa em 2011 após dar tiros a esmo.

O prefeito deixou de indicar o coronel bombeiro Claudio Rosa da Fonseca para a Defesa Civil após se tornar público que ele foi condenado por uso irregular de recursos públicos.

Ele também recuou da nomeação da merendeira e cantora gospel Nilzimar Higino Pereira para um cargo na secretaria de Transportes e do professor Paulo Cezar Ribeiro para a CET-Rio -que pediu para a prefeitura cobrir seu salário na instituição.

Além disso, Crivella se envolveu em polêmica por defender o vice-prefeito e secretário de Transporte, Fernando Mac Dowell, que tem dívidas com a União e a própria prefeitura: são R$ 215 mil em dívidas de IPTU e taxa de coleta de lixo, além de R$ 235 mil de ISS (Imposto Sobre Serviços) à prefeitura e R$ 137,3 mil à União.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 22/02

JOÃO DA ROCHA GREGÓRIO, 68 ANOS
RENATO JOSÉ PAVOLAK, 56 ANOS

APUCARANA 22/02

MARIA DE FATIMA DA SILVA, 63 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1905 · 21/02/2017

29 35 43 54 56 57