Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Doria prevê pichadores paguem multa e restauração

Loading...

GERAL

Doria prevê pichadores paguem multa e restauração

GIBA BERGAMIM JR.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito João Doria (PSDB) disse na tarde desta quarta-feira (1) que os pichadores da cidade flagrados danificando monumentos públicos terão que pagar o equivalente ao valor gasto com a restauração.

Um projeto para isso deverá ser discutido na Câmara de São Paulo até a semana que vem. O presidente da Casa, Milton Leite (DEM) disse que o texto deixará claro que o custo da restauração será somado aos R$ 50 mil de multa pelo dano.

Pela manhã, Doria confirmou que essa punição a quem atingir estátuas da cidade, por exemplo, deve chegar aos R$ 50 mil. À tarde, porém, não especificou os valores exatos, mas pediu que o texto seja votado com urgência na semana que vem. Mas não há garantias disso, já que a Câmara ainda não definiu as comissões permanentes da Casa -sem o aval das quais é impossível um projeto ser aprovado.

"Se pichar um monumento público, seja ele municipal ou estadual, [será] o valor correspondente ao dano causado. Não sei se exatamente R$ 50 mil, R$ 60 mil, R$ 30 mil ou R$ 20 mil, mas aquilo que for necessário para resgatar a cidade", disse.

Para restaurar a ponte Octavio Frias de Oliveira (estaiada), por exemplo, foram gastos R$ 900 mil.

"É a responsabilidade dele, se fizerem o mal, vão responder pelo mau", afirmou. Quem não puder pagar, prestará serviços, trabalhará como gari", disse.

Nos demais casos, os autuados terão multa de R$ 5 mil, dobrando no casos de reincidência, além de responder a uma ação judicial.

O tema foi discutido durante reunião com vereadores pouco antes da sessão que reiniciou os trabalhos do Legislativo nesta tarde.

O prefeito demonstrou querer dar fim à polêmica causada pela guerra aos pichadores que ele mesmo declarou.

"A cidade não pode ficar só com a pauta da pichação, não é um tema bom para a cidade", disse. Por fim, declarou que buscará valorizar os grafiteiros.

DESESTATIZAÇÃO

O tucano afirmou que outro tema prioritário abordado no encontro foi a desestatização do Anhembi, que ele pretende concluir até o fim deste ano. Para isso, ele conta com sua base de sustentação (que é maioria na Casa).

"O Anhembi, com certeza neste ano. É bem provável que consigamos fazer a modelagem, ter os editais retirados, avaliar e vender. Interlagos, se possível [neste ano]. Senão, no início do ano que vem", disse.

Segundo Doria, a reunião foi produtiva e positiva e que repetirá esses encontros mensalmente.

DESCULPAS A LULA

A sessão legislativa da qual Doria participou teve seu momento saia justa.

O vereador Eduardo Suplicy (PT) pediu que o tucano pedisse desculpas por ter chamado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de cara de pau durante a campanha eleitoral e em atividades de zeladoria já durante a a gestão.

A mulher de Lula, a ex primeira-dama Marisa Letícia, segue internada no Hospital Sírio Libanês, após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral) no último dia 24.

Doria quebrou o protocolo e desceu da mesa diretora em direção ao espaço dos demais vereadores.

"Prefiro não me manifestar em respeito à situação de saúde da esposa do presidente Lula, e à família Lula da Silva"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias