Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vídeo mostra disparos de bala de borracha à queima-roupa em RR

Loading...

GERAL

Vídeo mostra disparos de bala de borracha à queima-roupa em RR

RUBENS VALENTE E MARLENE BERGAMO

BOA VISTA, RR (FOLHAPRESS) - Um vídeo que circula entre familiares de detentos da penitenciária de Boa Vista (RR), na qual 31 foram chacinados na madrugada desta sexta-feira (6), mostra policiais militares atirando a curta distância balas de borracha nas costas de presidiários aparentemente desarmados e já dominados. As imagens teriam sido feitas, segundo familiares, após a chacina ter ocorrido no presídio.

Familiares que pediram para não ter o nome publicado disseram à reportagem, na estrada de acesso à entrada principal da Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), que há feridos por balas de borracha no presídio e que um detento teria recebido um disparo na boca. O governo disse que não teria como confirmar as afirmações.

O vídeo também mostra que os policiais não miravam nas pernas dos presos, e sim na altura do tórax. O disparo de balas de borracha à queima-roupa e acima da cintura pode provocar mortes e traumas. Estudos recomendam uma distância segura para uso do armamento, que já deixou pessoas cegas durante protestos em São Paulo.

O vídeo mostra os policiais militares, encapuzados, gritando para vários presidiários começarem a correr por um corredor. "'Bora, caralho, 'bora". "Vai, vai, filho da puta!", dizem os policiais militares, que em seguida atiram balas de borracha com espingardas.

A reportagem exibiu as imagens para o secretário de Justiça e Cidadania de Roraima, Uziel Castro, responsável pelo sistema penitenciário, na sede do Plácio do Governo de Roraima por volta das 16h desta sexta-feira (6). Ele respondeu: "O que você acha que tinha que fazer? Esses caras estão fazendo o quê, estavam na missa, rezando?"

Questionado sobre a distância dos tiros, o secretário disse que não faria comentários. Demonstrando irritação com as perguntas, ele deixou a sala em que ocorria a entrevista.

Logo depois, a assessoria de comunicação do governo de Roraima disse que o secretário preferiu não se manifestar sobre o assunto. A reportagem indagou se alguma providência será tomada para investigar o uso do armamento, mas não houve resposta até o fechamento deste texto.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 21/01

DEVANIL NAREZE, 71 ANOS

APUCARANA 21/01

VALENTIN SEGOBIA, 56 ANOS

FRANCISCO PEREIRA DO CARMO, 81 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1896 · 21/01/2017

03 06 14 15 21 25