Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Embaixador brasileiro na Colômbia mostra otimismo com acordo de paz

Loading...

GERAL

Embaixador brasileiro na Colômbia mostra otimismo com acordo de paz

- Atualizado em 19/10/2016 12:50

GABRIELA SÁ PESSOA, ENVIADA ESPECIAL *

BOGOTÁ, COLÔMBIA (FOLHAPRESS) - Em seu primeiro compromisso público na Colômbia, o novo embaixador do Brasil no país, Júlio Bitelli, afirmou na noite desta terça-feira (18) que está otimista com a pacificação do país e com o sucesso das negociações de paz entre as guerrilhas e o governo local.

"Meus contatos aqui comprovam isso. O susto do resultado [do plebiscito, em que o acordo com as Farc foi rejeitado pelos colombianos] foi maior do que os efeitos na realidade", afirmou. "É óbvio que é situação complexa, o governo colombiano está empenhado em encontrar uma solução.Mas o que sinto é uma atmosfera do otimismo."

A manutenção do cessar-fogo e a continuidade do diálogo entre o governo e as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), em Havana, e as negociações com setores partidários do não no plebiscito, capitaneados pelo ex-presidente Alvaro Uribe, demonstram que o resultado do plebiscito não significa que o povo colombiano rejeita a paz com as guerrilhas." É simplesmente uma demonstração de que a maioria dos que votaram considera que o acordo tem que ser melhorado. E as partes têm demonstrado que isso é possível", diz o embaixador.

Bitelli esteve na inauguração da nova sede do Instituto de Cultura Brasil Colômbia em Bogotá, parte da programação do MICSUL (Mercado de Indústrias Culturais do Sul), que acontece na cidade até quinta (20). Vinculada ao Itamaraty, a instituição privada oferece cursos de língua portuguesa e promove eventos culturais na cidade.

Ele desembarcou no país no sábado (15) e, oficialmente, ainda precisa se apresentar ao governo colombiano. Antes de assumir a embaixada em Bogotá, Bitelli era o chefe de gabinete do ministro José Serra no Itamaraty e foi embaixador em Túnis, na Tunísia, de 2013 a 2015.

A colaboração com as negociações de paz na Colômbia é uma oportunidade de estreitamento das relações, segundo o embaixador. Desde 2005, militares brasileiros cooperam com a desminagem de zonas de conflito no país vizinho. O Brasil também transfere técnicas de agricultura familiar em áreas de risco, no pós-conflito.

Bitelli disse gostar de resumir as perspectivas para o país vizinho com uma metáfora: "A Colômbia era um pouco como um jogador de vôlei que treinava com um peso nos pés, que era a guerrilha. E agora, com o processo de paz, que vai dar certo, é como se você tirasse esses pesos e a Colômbia está pronta, então, para realmente dar um grande salto."

As relações comerciais entre Brasil e Colômbia cresceram 165% de 2005 a 2014, segundo o Itamaraty. "A pacificação da Colômbia abre espaço em inúmeros campos, como a cooperação em agronegócio, onde o Brasil tem muito a oferecer. Já temos 60 empresas brasileiras aqui, a nossa intenção é aumentar essa presença", afirmou o embaixador.

( * ) A jornalista GABRIELA SÁ PESSOA viajou a convite da organização do MICSUL

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 08/12

ÂNGELO RODRIGUES, 70 anos

CALIFÓRNIA
ENACIR MARIA CARDOSO, 53 anos

JANDAIA DO SUL 08/12

MARIA DO ROSARIO DE SOUZA BORGES, 50 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60