Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Estado Islâmico é expulso da cidade de Dabiq, anunciam rebeldes da Síria

Loading...

GERAL

Estado Islâmico é expulso da cidade de Dabiq, anunciam rebeldes da Síria

- Atualizado em 16/10/2016 08:45

DIOGO BERCITO

MADRI, ESPANHA (FOLHAPRESS) - Quando militantes da organização terrorista Estado Islâmico tomaram a cidade de Dabiq, em 2014, a conquista lhes pareceu um augúrio.

Sua interpretação apocalíptica do islã prevê, afinal, que uma batalha final entre muçulmanos e infiéis será travada justamente ali.

Mas rebeldes sírios apoiados pela Turquia afirmaram ter retomado o território neste domingo (16), forçando um cenário menos auspicioso: com consecutivas derrotas, o Estado Islâmico vê hoje a previsão de seu declínio.

Dabiq era, simbolicamente, uma de suas cidades mais importantes na Síria. Aleppo, outra de suas fortalezas, está sob constante ataque do regime sírio e da aliada Rússia.

Tropas iraquianas se preparam ao mesmo tempo, para reconquistar Mossul, a "capital" dessa organização terrorista no Iraque. A ofensiva deve ocorrer nestes meses, com o apoio dos EUA.

O ataque dos rebeldes sírios a Dabiq começou no sábado (15), isolando os acessos à cidade. Vilarejos como os de Irshaf e Ghaitun foram tomados, isolando a base do Estado Islâmico.

A ofensiva faz parte da campanha turca Escudo do Eufrates, em referência a um dos rios mais importantes da Mesopotâmia, iniciada em agosto. Em Dabiq, as operações contaram com tanques, artilharia e e aviões militares.

PROPAGANDA

Havia em torno de 1.200 militantes em Dabiq, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, baseado em Londres.

A cidade, a 10 quilômetros da fronteira turca, e onde o censo de 2004 registrava 3.000 moradores, não têm em si valor estratégico.

Mas Dabiq era uma das peças centrais da propaganda do Estado Islâmico. A principal revista oficial da milícia levava seu nome.

A cidade aparece, também, em uma profecia creditada a Abu Musab al-Zarqawi, fundador da organização terrorista que transformou-se no atual Estado Islâmico. Ele teria dito que a fagulha acesa por sua insurgência no Iraque continuaria a se espalhar "até queimar os exércitos dos cruzados em Dabiq".

Maomé, profetá do islã, também teria dito que o fim do mundo só chegaria depois que os muçulmanos tivessem derrotado os romanos em Dabiq ou em Amaq, ambas na fronteira com a Turquia, a caminho de Constantinopla (hoje, Istambul).

Já prevendo a queda da base, porém, o Estado Islâmico registrou recentemente em sua publicação Al-Naba que a batalha com as tropas turcas não era exatamente aquela citada na profecia.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60