Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Empresário espanhol diz ter repassado propina à sigla do premiê Rajoy

Loading...

GERAL

Empresário espanhol diz ter repassado propina à sigla do premiê Rajoy

- Atualizado em 13/10/2016 10:10

DIOGO BERCITO

MADRI, ESPANHA (FOLHAPRESS) - O empresário espanhol Francisco Correa, o principal acusado do caso Gürtel, admitiu ter cobrado propina em troca de contratos públicos, entregando parte do dinheiro a Luis Bárcenas, ex-tesoureiro do PP (Partido Popular), sigla do premiê da Espanha, Mariano Rajoy.

A confissão foi parte de seu depoimento à Justiça nesta quinta-feira (13). Espécie de Lava Jato espanhola, Gürtel é um dos maiores escândalos de corrupção da história recente do país.

Além de reconhecer o financiamento irregular do PP, Correa afirmou que a sede do partido em Madri era sua "casa". "Estava mais tempo ali do que no escritório."

Correa é considerado pela Justiça espanhola como o líder da rede de corrupção, razão pela qual dá nome ao caso. "Gürtel" é o alemão para o espanhol "Correa".

Ele confessou, durante o depoimento, uma série de irregularidades, como os presentes entregues ao ex-marido de Ana Mato, ex-ministra da Saúde -incluindo dois carros. Correa afirmou, porém, que presentear empresários com quem se faz negócios é "prática habitual".

"Eu não tinha nenhuma consciência de estar cometendo delitos", afirmou. "Estou pagando. Peço desculpas publicamente ao tribunal e ao Ministério Público."

SILÊNCIO

Correa passou oito anos calado, fugindo da imprensa, até o surpreendente anúncio feito em 30 de setembro de que iria colaborar com a Justiça espanhola. Em troca, sua pena pode ser reduzida.

Ele disse que iria "contar tudo o que sabe" em seu depoimento. "Nenhum político fez nada por mim durante esses anos", Correa afirmou ao jornal local "El País".

A promotoria pede que ele seja condenado a mais de cem anos de prisão. Pelas regras locais, a sua delação pode ser premiada com a redução da pena em até dois terços.

Correa ofereceu também 2,2 milhões de euros de suas contas na Suíça para que a Justiça restitua às vítimas de seus esquemas de corrupção, o que incluiria a prefeitura de Madri. Segundo a mídia local, o empresário tem cerca de 20 milhões de euros bloqueados em bancos suíços.

As investigações do caso Gürtel foram iniciadas em novembro de 2007, e o julgamento finalmente iniciado deve alongar-se por meses.

IMPACTO

Apesar de todo o escândalo do caso Gürtel, somado a outras investigações, é improvável que o PP seja prejudicado a ponto de perder seu governo.

O partido tem sido alvo de diversas acusações de corrupção, mas venceu as duas últimas eleições na Espanha, em dezembro de 2015 e em junho deste ano -apesar de ainda não ter sido capaz de reunir as cadeiras necessárias para formar um governo.

Com as reviravoltas dentro do rival PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol), que recentemente forçou a demissão do secretário-geral Pedro Sánchez, há a expectativa de que Rajoy consiga renovar seu mandato até o final do mês. Para isso, seria preciso que o PSOE se abstivesse na votação no Congresso, um cenário possível.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41