Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após escândalo sexista, Trump diz que há "zero chance" de sair da disputa

Loading...

GERAL

Após escândalo sexista, Trump diz que há "zero chance" de sair da disputa

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, disse na manhã deste sábado (8), em entrevista ao "The Wall Street Journal", que "há zero chance de desistir" da disputa com a democrata Hillary Clinton.

"Eu nunca abandonaria [a campanha]", afirmou, após a divulgação de uma gravação de 2005 em que ele diz ser possível "fazer qualquer coisa" mulheres, inclusive "pegá-las pela xoxota".

Trump já estava casado com a terceira e atual mulher, a ex-modelo eslovena Melania, quando conversou com o apresentador Billy Bush, que apresentava na época o programa "Access Hollywood", da NBC -Billy faz parte do clã Bush, de onde saíram dois ex-presidentes dos EUA, Bush pai e filho, ambos avessos à candidatura do atual candidato republicano.

O jornal "Washington Post" obteve a gravação e a revelou na sexta (7). Nele, dizia Trump: "Você sabe, eu sou automaticamente atraído pela beleza -simplesmente começo a beijá-las. É como um ímã. Somente beijo. Eu nem espero. E quando você é uma estrela, elas deixam você fazer isso. Você pode fazer qualquer coisa. Pegue-as pela xoxota".

O vídeo fez a campanha republicana entrar em modo de controle de danos noite adentro. O candidato está em apuros com o eleitorado feminino, que o rejeita.

Seu histórico de comentários misóginos inclui dizer que a socialite Kim Kardashian tem "um traseiro gordo", comparar a apresentadora Rosie O'Donnell a uma "porca" e afirmar que mulheres "despeitadas nunca poderiam ser uma nota dez".

"Todo mundo que me conhece melhor sabe que estas palavras não refletem que eu sou.Eu disse, estava errado e peço desculpas, afirmou o candidato que já disse, no passado, não ser muito fã de dizer que errou.

Ele prometeu, ainda, "ser um homem melhor amanhã".

Mesmo colegas republicanos de Trump o colocaram contra a parede após a divulgação da conversa.

O presidente do Partido Republicano, Reince Priebus, afirmou que o comportamento era inaceitável.

O presidente da Câmara, Paul Ryan, se disse "enojado" e cancelou o primeiro ato em dupla que faria com Trump, neste sábado (8).

A campanha do empresário anunciou que o vice de Trump, Mike Pence, irá substitui-lo no evento, em Wisconsin, terra natal de Ryan.

Três senadores republicanos já anunciaram que não votarão em Trump, e a executiva Carly Fiorina, que disputou as prévias com Trump ao lado de outros 14 concorrentes, pediu para que ele abandonasse a candidatura.

Em um canal oficial neste sábado, Trump tentou mostrar descontração diante do escândalo: "Certamente foram 24 horas interessantes!"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 20/01

JOSÉ CARLOS FONTOURA, 58 anos
FRANCISCA AUGUSTA, 74 anos

IVAIPORÃ
RUBENS DE SOUZA
, idade não divulgada

SÃO PEDRO DO IVAÍ 20/01

JOÃO TOMAZ, 74 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1895 · 18/01/2017

02 03 05 10 15 34