Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Câmara não aprova prorrogação de prazo para CPI do Theatro Municipal

Loading...

GERAL

Câmara não aprova prorrogação de prazo para CPI do Theatro Municipal

- Atualizado em 07/10/2016 14:15

GUSTAVO FIORATTI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Câmara dos Vereadores não aprovou requerimento da CPI do Theatro Municipal para prorrogar o prazo de investigações sobre rombo estimado em R$ 15 milhões nas contas do teatro.

A comissão, que investiga na Câmara Municipal irregularidades nas contas do teatro, tinha até esta quarta (5) para colher depoimentos, documentação e requerer perícias.

Para adiar em 15 dias esse prazo, precisava recolher assinaturas de 19 vereadores, mas só conseguiu 12. Segundo nota da Câmara, as 19 assinaturas permitiriam a prorrogação automaticamente.

Para o presidente da CPI, o vereador Quito Formiga (PSDB), houve "manobra do governo para encerrar a CPI antes da hora".

A comissão ainda planejava sessão de acareação entre o secretário de comunicação da prefeitura, Nunzio Briguglio Filho, o ex-diretor da Fundação Theatro Municipal José Luiz Herencia, o ex-diretor do Instituto Brasileiro de Gestão Cultural William Nacked e o cineasta Toni Venturi, dono da produtora Olhar Imaginário.

Nacked e Herencia fecharam acordo de delação premiada no Ministério Público e apontam irregularidades cometidas pelos outros dois. Todos eles, porém, já haviam prestado depoimento.

A acareação poderia dar mais substrato à uma questão particular na investigação, sobre a contratação de Venturi para produzir uma campanha institucional do teatro.

Pela contratação, sua produtora Olhar Imaginário recebeu o valor de R$ 540 mil. Os vídeos produzidos só foram veiculados no youtube após o início das investigações.

A CPI apurava se a contratação de Venturi teria decorrido de um favorecimento pessoal de Briguglio, que negou a acusação em diversas ocasiões. Venturi também alega que o material comprado chegou a ser produzido e entregue; diz ainda que, se não foi veiculado pelo Municipal, a decisão não compete a ele.

ASSINATURAS

A presidência da Câmara nega a intenção de interromper a investigação da CPI. Por nota, diz que "a responsabilidade pelo encerramento da CPI do teatro é da própria comissão, que não conseguiu reunir o mínimo de 19 assinaturas de vereadores em requerimento pedindo sua prorrogação."

O recusa de ceder mais prazo também não significa que as atividades da comissão acabem aqui. Os vereadores que a integram ainda têm 15 dias para apresentar o relatório resultante do processo.

Segundo Formiga, "a CPI teve resultados muito positivos."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 anos

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1881 · 30/11/2016

03 10 30 44 53 56