Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Câmara não aprova prorrogação de prazo para CPI do Theatro Municipal

Loading...

GERAL

Câmara não aprova prorrogação de prazo para CPI do Theatro Municipal

GUSTAVO FIORATTI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Câmara dos Vereadores não aprovou requerimento da CPI do Theatro Municipal para prorrogar o prazo de investigações sobre rombo estimado em R$ 15 milhões nas contas do teatro.

A comissão, que investiga na Câmara Municipal irregularidades nas contas do teatro, tinha até esta quarta (5) para colher depoimentos, documentação e requerer perícias.

Para adiar em 15 dias esse prazo, precisava recolher assinaturas de 19 vereadores, mas só conseguiu 12. Segundo nota da Câmara, as 19 assinaturas permitiriam a prorrogação automaticamente.

Para o presidente da CPI, o vereador Quito Formiga (PSDB), houve "manobra do governo para encerrar a CPI antes da hora".

A comissão ainda planejava sessão de acareação entre o secretário de comunicação da prefeitura, Nunzio Briguglio Filho, o ex-diretor da Fundação Theatro Municipal José Luiz Herencia, o ex-diretor do Instituto Brasileiro de Gestão Cultural William Nacked e o cineasta Toni Venturi, dono da produtora Olhar Imaginário.

Nacked e Herencia fecharam acordo de delação premiada no Ministério Público e apontam irregularidades cometidas pelos outros dois. Todos eles, porém, já haviam prestado depoimento.

A acareação poderia dar mais substrato à uma questão particular na investigação, sobre a contratação de Venturi para produzir uma campanha institucional do teatro.

Pela contratação, sua produtora Olhar Imaginário recebeu o valor de R$ 540 mil. Os vídeos produzidos só foram veiculados no youtube após o início das investigações.

A CPI apurava se a contratação de Venturi teria decorrido de um favorecimento pessoal de Briguglio, que negou a acusação em diversas ocasiões. Venturi também alega que o material comprado chegou a ser produzido e entregue; diz ainda que, se não foi veiculado pelo Municipal, a decisão não compete a ele.

ASSINATURAS

A presidência da Câmara nega a intenção de interromper a investigação da CPI. Por nota, diz que "a responsabilidade pelo encerramento da CPI do teatro é da própria comissão, que não conseguiu reunir o mínimo de 19 assinaturas de vereadores em requerimento pedindo sua prorrogação."

O recusa de ceder mais prazo também não significa que as atividades da comissão acabem aqui. Os vereadores que a integram ainda têm 15 dias para apresentar o relatório resultante do processo.

Segundo Formiga, "a CPI teve resultados muito positivos."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 22/02

MARIA DE FATIMA DA SILVA, 63 anos

APUCARANA 21/02

CARLOS FRANCISCO DA SILVA, 57 anos
JECYR MASTRO, 91 anos
DULCINEIA RODRIGUES, 37 ANOS
MARIA DE FÁTIMA DA SILVA, 63 ANOS

IVAIPORÃ
ADON SCHMIDT DE OLIVEIRA, 63 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1905 · 21/02/2017

29 35 43 54 56 57