Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"El Chapo" teria ido duas vezes aos EUA enquanto fugitivo para visitar a filha

Loading...

GERAL

"El Chapo" teria ido duas vezes aos EUA enquanto fugitivo para visitar a filha

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O narcotraficante mexicano Joaquín "El Chapo" Guzmán entrou duas vezes de maneira clandestina nos Estados Unidos para visitar familiares, disse sua filha Rosa Isela Guzmán em entrevista ao jornal "The Guardian". Os contatos com o diário britânico ocorreram diversas vezes e tiveram a autorização de seu pai.
O líder do cartel de Sinaloa havia presenteado sua filha como uma casa de cinco quartos e um enorme jardim na Califórnia e, pouco depois, no final de 2015, "veio ver a casa, sua casa, por duas vezes". A ida aos EUA teria ocorrido após o encontro que teve em outubro com o ator americano Sean Penn e a mexicana Kate Del Castillo, afirmou Rosa.
A filha de "El Chapo" não especificou a data exata dessas visitas nem como conseguiu fazer com que o traficante entrasse no país. "Eu perguntei a ele a mesma coisa, acredite em mim", disse a filha, uma empresária de 39 anos que vive na Califórnia.
O narcotraficante tem outros laços familiares no país. Sua terceira mulher, a ex-miss Emma Coronel, é cidadã americana e em 2011 deu à luz a suas filhas gêmeas.
"El Chapo" Guzmán foi recapturado no dia 8 de janeiro, após sete meses de fuga, em Sinaloa, e agora está preso na cadeia de segurança máxima de El Altiplano, de onde fugiu de forma espetacular em julho de 2015 por meio de um túnel quilométrico cavado debaixo de sua cela, o que fez com que o governo do presidente mexicano Enrique Peña Nieto fosse ridicularizado.
"A fuga de meu pai foi um acordo", afirmou Rosa, que também disse na entrevista que "El Chapo" financiou as campanhas de políticos importantes. Em troca dos subornos, ele era protegido e, assim, conseguia fugir das penitenciárias.
"Tudo o que sei é que meu pai disse ao seu advogado que deu alguns cheques para campanhas [políticas] e pediu, em troca, para que fosse respeitado", disse a filho do narcotraficante. Ela afirma que a família está decidindo se tornará público esses cheques com os nomes dos supostos políticos que aceitaram a proposta. "Meu pai não é um criminoso. O governo é culpado", disse ela ao "Guardian".
Antes de sua prisão anterior, em fevereiro de 2014, o traficante era procurado por 13 anos, após ter fugido de uma prisão de segurança máxima em Jalisco, supostamente escondido em um cesto de roupa suja.
"Desesperado" por não poder dormir devido às fortes medidas de segurança em El Altiplano, Guzmán pediu nesta semana a sua defesa para agilizar sua extradição para os Estados Unidos, algo que tentou evitar antes.
A defesa de Guzmán afirma que ele estaria disposto a se declarar culpado nos EUA em troca da negociação de uma pena "relativamente razoável" e da transferência para uma prisão de segurança média.
Um dos advogados de "El Chapo", José Luis González Meza, anunciou que familiares do criminoso e três de seus advogados -ele mesmo, Juan Pablo Badillo e Andrés Granados- começaram uma greve de fome nesta sexta (4), em frente à El Antiplano, como forma de protestar pela maneira como é tratado na prisão.
Rosa disse ainda que Guzmán havia planejado passar as rendas do cartel para seu filho, Iván Archivaldo, mais foi traído por Ismael "El Mayo" Zambada e pelo governo mexicano, que rompeu um acordo para protegê-lo. Esta foi a primeira vez que a filha do narcotraficante falou com a imprensa. O "Guardian" afirma que checou vários documentos que confirmam sua identidade, entre eles uma certidão de nascimento e seu RG.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 22/02

JOÃO DA ROCHA GREGÓRIO, 68 ANOS
RENATO JOSÉ PAVOLAK, 56 ANOS

APUCARANA 22/02

MARIA DE FATIMA DA SILVA, 63 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1905 · 21/02/2017

29 35 43 54 56 57