Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Turquia condena dois traficantes ligados à morte de garoto refugiado

Loading...

GERAL

Turquia condena dois traficantes ligados à morte de garoto refugiado

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um tribunal da Turquia condenou nesta sexta-feira (4) a quatro anos de prisão dois traficantes de pessoas pelo naufrágio de um barco de migrantes no qual viajava Alan Kurdi, o menino sírio que morreu afogado e cuja imagem do corpo jogado na areia virou símbolo da tragédia dos migrantes.
O tribunal de Bodrum (sudoeste) declarou Muwafaka Alabash e Asem Alfrhad culpados de "tráfico de migrantes" e os condenou, cada um, a uma pena de quatro anos e dois meses de prisão. Os dois, porém, foram absolvidos da acusação de "negligência" que levou à morte dos migrantes, informou a agência turca de notícias Dogan.
Os dois traficantes, também de nacionalidade síria, podiam pegar até 35 anos de prisão.
O naufrágio aconteceu em 2 de setembro de 2015, quando um barco de migrantes naufragou no litoral turco quanto tentava chegar à ilha grega de Kos.
Doze pessoas morreram no naufrágio, entre elas Alan, um menino sírio de apenas 3 anos.
As imagens do corpo do garoto na praia turca deram a volta ao mundo e desataram uma onda de indignação sobre a crise de refugiados que chegam à Europa.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias