Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Oposição traça três estratégias contra Maduro, diz líder opositor

Loading...

GERAL

Oposição traça três estratégias contra Maduro, diz líder opositor

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Partidos da oposição venezuelana acordaram uma estratégia com três eixos para tentar tirar Nicolás Maduro da Presidência, eleito para um mandato até 2019, afirmou um dos líderes da oposição.
A ideia dos oposicionistas, fora do governo há 17 anos, é aprovar uma emenda constitucional reduzindo o tempo de mandato do presidente, chamar um referendo sobre a permanência de Maduro e estimular a pressão das ruas.
"Não podemos cometer suicídio tendo apenas uma carta na mão. O senso comum político nos diz que precisamos perseguir várias estratégias", afirmou o líder da oposição Americo De Grazia. Integrantes de mais de uma dúzia de partidos contrários a Maduro se reuniram, nesta quarta-feira (2), para definir uma estratégia conjunta.
Esperava-se o anúncio da estratégia para esta quinta (3), mas a divulgação foi adiada frente aos embates entre o Legislativo e o Judiciário, afirmou Jesus Torrealba, porta-voz da coalização oposicionista.
Parte da campanha anti-Maduro havia sido anunciada na sexta (25), por deputados da oposição que visitaram o Brasil e cobraram mais empenho do governo brasileiro.
A oposição venezuelana argumenta que a retirada do presidente é a única maneira de resolver a grave crise que toma conta do país. Os contrários a Maduro ganharam força no final do ano passado, quando conseguiram eleger maioria nas eleições para o Parlamento.
Nesta quinta, a oposição afirmou que vai pedir à OEA (Organização dos Estados Americanos) que faça a mediação do que consideram uma crise institucional no país.
Uma decisão tomada na terça (1º) pela corte máxima do país anulou parte das funções de investigação e controle da Assembleia Nacional, dominada pela oposição.
Em entrevista à reportagem, a deputada Ilenia Medina, líder do partido chavista Pátria Para Todos, rejeitou os argumentos da oposição para a retirada antecipada de Maduro.
"O único mecanismo da Constituição para encerrar qualquer mandato é o referendo revogatório que só pode ser convocado pelo povo e mais ninguém. Não existe essa história de emenda para reduzir o período presidencial nem de renúncia nem de abandono de cargo. Maduro trabalha 24 horas por dia, ele percorre o país sem parar, conversa com governadores, prefeitos e empresários e a oposição fala em abandono de cargo. Eles ficaram loucos?", disse a deputada.
Nesta quarta, um grupo de jovens mascarados enfrentou a polícia na tumultuada cidade de San Cristóbal.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias