Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Contra a zika, agências de vigilância sanitária querem trocar informações

Loading...

GERAL

Contra a zika, agências de vigilância sanitária querem trocar informações

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Agentes de Vigilância Sanitária de cerca de 20 países querem trocar informações sobre o combate ao vírus da zika, doença associada ao aumento de casos de microcefalia no Brasil.
Segundo Jarbas Barbosa, presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o objetivo é permitir que o procedimento para autorização de teste rápido da zika num determinado país, por exemplo, seja facilitado após a autorização por agência de vigilância de outra Nação.
A iniciativa, segundo ele afirmou nesta terça (1º), ocorrerá a partir da chamada ICMRA, sigla para coalização internacional de agências de regulação de países como China, Franca, Estados Unidos e Suiça.
Com isso, avalia Barbosa, se uma empresa levaria um ano para obter autorização de seu produto no país, o prazo poderia ser reduzido para cerca de três meses.
Barbosa participou, na noite desta terça, de um evento na Embaixada da França em Brasília, sobre cooperação para o combate ao zika.
Presente ao evento, o ministro da Saúde Marcelo Castro afirmou que o governo tem "convicção" e que está no caminho certo. Segundo ele, a imagem de bebês com microcefalia é "devastadora". "É uma coisa nova, assustadora, que tá ocorrendo na história da humanidade."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias