Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"Vão caçoar de mim", afirma eleitor de Trump em território de Sanders

Loading...

GERAL

"Vão caçoar de mim", afirma eleitor de Trump em território de Sanders

THAIS BILENKY, ENVIADA ESPECIAL
BURLINGTON, VERMONT, EUA (FOLHAPRESS) - Não é fácil nadar contra a maré em Burlington, cidade no Estado de Vermont, berço político do senador Bernie Sanders. Na primária desta terça-feira (1º), eleitores que preferem outros pré-candidatos à Presidência dos EUA baixam o tom de voz ao declarar a dissidência e não querem que sua opção se torne pública.
"Vão caçoar de mim", justificou um bombeiro aposentado que não quis se identificar. Ele quer o empresário Donald Trump na Casa Branca. "É um bom homem de negócios e precisamos de empregos nesse país", justifica.
Uma aposentada de 57 anos não acredita que "o caminho do socialismo e do comunismo" melhorará a vida dos americanos. "Bernie foi um ótimo prefeito, cuidou dos idosos, mas para a Presidência... não", afirmou a eleitora, que também não quis revelar a identidade. "E eu também não gosto da [ex-secretária de Estado] Hillary [Clinton]", confidenciou, olhando para os lados para se certificar de que ninguém a escutava.
A aposentada não quer admitir, mas escolheu Trump. "Quero que um republicano ganhe a eleição", afirmou. "Eles [os democratas] estão aceitando refugiados e imigrantes demais. Mas precisam cuidar dos que já estavam aqui antes."
Já Sam Johnson disse que votou em Hillary. "Sanders não tem o apoio do Congresso", explicou. "É difícil não apoiá-lo aqui, mas se eu fosse republicano nem votar eu iria."
ROMPANTES
A dona de casa Sharre Lee Dube, 73, é a eleitora que todas as campanhas -salvo a de Trump- estão mirando no momento em que o bilionário consolida a dianteira na disputa pela candidatura republicana.
Dube considerava votar nele, porque achava que Trump seria capaz de "estabilizar o país". "Mas aí eu vi que ele tem esses rompantes, fica gritando. Terrível. Não queremos um presidente assim."
Conservadora, ela escolheu o governador John Kasich, de Ohio, republicano de centro cuja pré-candidatura não decolou, mas diz que pode mudar de ideia. "Gosto de vários deles."
Um dos 13 Estados a realizar prévias nesta Superterça, Vermont promete vitória de cerca de 75 pontos para Sanders contra Hillary. Trump é o líder entre republicanos com 15 pontos de vantagem, enquanto Kasich é o quarto colocado.
Na escola onde Sanders votou, no início da manhã, um cartaz da campanha de Trump foi colocado na entrada. "Bom, ao menos um voto nós garantimos", brincou ao falar com jornalistas na saída.
A despeito da perspectiva de derrotas na Superterça, o senador manteve o discurso otimista sobre a possibilidade de ser o candidato democrata. "Essa é uma campanha que vai para a convenção nacional na Filadélfia em julho", disse. "Estamos nos sentindo muito bem." Sua campanha informou ter arrecado mais de US$ 40 milhões apenas em fevereiro.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias