Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Fortes chuvas causam duas mortes e interditam Rio-Santos no litoral de SP

Loading...

GERAL

Fortes chuvas causam duas mortes e interditam Rio-Santos no litoral de SP

RICARDO HIAR
CARAGUATATUBA, SP (FOLHAPRESS) - As fortes chuvas que atingiram as cidades do litoral paulista até a madrugadas desta segunda-feira (29) causaram duas mortes em São Sebastião, interditaram rodovia e inundaram ruas da Baixada Santista.
Município do litoral norte, São Sebastião é uma das mais atingidas. Lá, houve registro de vários pontos de alagamentos, quedas de árvores e barreiras e falta de energia -postes e fios de alta tensão foram danificados com os fortes ventos.
Pelo menos 20 pessoas estão desalojadas e foram encaminhadas para casas de amigos e familiares. A rodovia Rio-Santos ficou interditada nos dois sentidos desde as 4h, na altura do bairro Boiçucanga. Segundo o DER, a liberação da pista começou por volta das 11h40.
Segundo a Defesa Civil, Carla Fonseca dos Santos, 33 e o marido Lindomar Santana de Souza, 36, morreram soterrados na casa onde residiam com os dois filhos -um de seis e outro de dez anos. As crianças ficaram feridas. O estado deles é estável e não correm risco de morte.
Eles moravam na Vila Tropicanga, uma área de risco no bairro Boiçucanga, onde há encostas e algumas construções irregulares. O muro de contenção, construído no imóvel para evitar os deslizamentos, não suportou a força da enxurrada e caiu sobre a casa por volta das 3h15, onde a família dormia, de acordo com a Defesa Civil.
Chefe da Defesa Civil de São Sebastião, Carlos Eduardo dos Santos disse que em poucas horas choveu o que era esperado para um período de três meses. Segundo ele, entre a noite de domingo e a manhã desta segunda, foram cerca de 220 milímetros de chuva.
As chuvas também causaram a queda de uma ponte de madeira em Barra do Una. Um veículo que passava pelo local no momento caiu no rio, mas o motorista conseguiu se salvar.
Com a queda de árvores e cabeamento de energia elétrica na pista, motoristas que acessaram a região, precisaram evitar a Rio-Santos e fazer o desvio por outras rodovias, como a Tamoios, o que chega a triplicar o percurso.
SAÚDE AFETADA
Equipes da área da saúde, como o Samu, tiveram que permanecer no posto de trabalho, já que outros funcionários não conseguiram chegar para a troca de plantão. Muitas unidades básicas de saúde foram atingidas pelas chuvas e, por isso, não puderam ser abertas nesta segunda-feira.
O reflexo também foi sentido pelos setores públicos e o comércio, já que muitas pessoas não conseguiram chegar aos destinos por conta dos deslizamentos e enchentes, que também atingiram residências. Na Baixada Santista, ruas ficaram alagadas com as chuvas. Em Santos, houve queda de muro no morro do José Menino e deslizamentos de terra no morro Santa Maria.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 22/02

JOÃO DA ROCHA GREGÓRIO, 68 ANOS
RENATO JOSÉ PAVOLAK, 56 ANOS

APUCARANA 22/02

MARIA DE FATIMA DA SILVA, 63 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1905 · 21/02/2017

29 35 43 54 56 57