Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ataques com bombas deixam mortos em área xiita de Bagdá

Loading...

GERAL

Ataques com bombas deixam mortos em área xiita de Bagdá

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ataques com bombas em um mercado neste domingo (28) deixaram ao menos 59 mortos e 95 feridos no distrito xiita de Cidade Sadr, ao leste de Bagdá.
A agência de notícias Aamaq, afiliada ao Estado Islâmico, afirmou pouco depois que o atentado era de autoria do grupo sunita. Em comunicado on-line, a facção terrorista disse que dois homens-bomba foram responsáveis pelo ataque, matando e ferindo "centenas de rejeicionistas politeísticas", expressão que o grupo usa para se referir a muçulmanos xiitas.
Uma bomba explodiu no mercado Mredi, que estava cheio na hora do ataque, de acordo com um policial. Minutos mais tarde, um homem-bomba detonou explosivos no meio da população que se reuniu no local onde ocorreu o primeiro atentado.
O porta-voz do Ministério do Interior iraquiano Sad Main afirmou que os ataques mataram 38 pessoas e feriram outras 62.
Mas vários hospitais informaram mais tarde que o número de mortos havia subido para 59, enquanto o de feridos estava em 95. Os representantes falaram sob anonimato, dizendo que não estavam autorizados a divulgar a informação.
Foi o ataque mais letal de uma onda de explosões recentes que atingiram zonas comerciais dentro de fora de Bagdá.
Na cidade de Mahmoudiya, cerca de 30 quilômetros ao sul de Bagdá, três pessoas foram mortas e dez ficaram feridas em uma explosão com bomba, segundo outro policial. Outras quatro morreram em um ataque a bomba nas redondezas de Dora, sul de Bagdá.
O Estado Islâmico controla áreas fundamentais no norte e oeste do Iraque e regularmente ataca alvos governamentais, civis e, especialmente, xiitas, considerados hereges pelo grupo sunita.
Os ataques ocorreram horas após as forças de segurança terem impedido um ataque de militantes do EI no subúrbio de Abu Ghraib, oeste da capital iraquiana.
Três carros-bombas atacaram um quartel das forças de segurança enquanto atiradores abriram fogo. Ao menos 12 membros do governo e das forças paramilitares foram mortos e 35 ficaram feridos, de acordo com policiais.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 22/02

JOÃO DA ROCHA GREGÓRIO, 68 ANOS
RENATO JOSÉ PAVOLAK, 56 ANOS

APUCARANA 22/02

MARIA DE FATIMA DA SILVA, 63 anos

MEGA SENA

CONCURSO ·