Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Milhares saem às ruas para lembrar um ano da morte de opositor de Putin

Loading...

GERAL

Milhares saem às ruas para lembrar um ano da morte de opositor de Putin

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Milhares de pessoas saíram às ruas neste sábado (27) em Moscou para lembrar o primeiro ano desde o assassinato do opositor Boris Nemtsov, baleado perto do Kremlin, em um crime ainda não esclarecido.
Os manifestantes gritavam palavras de ordem contra o governo de Vladimir Putin, vigiados pela polícia, que enviou um helicóptero para acompanhar o protesto.
Nemtsov foi morto com quatro tiros nas costas quando voltava para casa com sua namorada italiana.
Com bandeiras da Rússia, cartazes, fotos e flores, os manifestantes lembraram o opositor, morto aos 55 anos.
Nemtsov foi um dos protagonistas da onda de protestos que marcou a campanha eleitoral de Putin entre os anos de 2011 e 2012, quando ele se candidatava ao terceiro mandato como presidente.
Segundo o Ministério do Interior, o protesto reuniu 7,5 mil pessoas em Moscou, mas uma contagem independente apontou a presença de 20 mil. Em São Petersburgo, autoridades divulgaram um número de 4 mil pessoas.
Semanas após o assassinato de Nemtsov, que causou comoção em todo o mundo, cinco suspeitos, todos chechenos, foram presos pela Justiça russa. Depois, os acusados denunciaram torturas.
Pessoas do entorno de Nemtsov afirmam que os autores do crime têm ligação com o presidente checheno, Ramzan Kadyrov.
Para os simpatizantes do opositor, ele teria sido morto por ordem de altos cargos do governo, a fim de silenciar os dissidentes.
Alguns cartazes também denunciavam a crise econômica que atinge a Rússia há quase dois anos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias