Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Em debate tenso, Rubio e Cruz se unem contra Trump

Loading...

GERAL

Em debate tenso, Rubio e Cruz se unem contra Trump

MARCELO NINIO
WASHINGTON, EUA (FOLHAPRESS) - No mais tenso e tumultuado debate desta temporada eleitoral, os senadores Marco Rubio e Ted Cruz se uniram para atacar o empresário Donald Trump, que lidera a corrida republicana à Casa Branca. Maior esperança da base republicana anti-Trump, Rubio destacou-se ao comandar a maior pressão sofrida até agora pelo bilionário em um debate.
Partindo pela primeira vez para o confronto direto tão aguardado pela base, Rubio questionou o talento de Trump nos negócios, desafiou-o a explicar seus planos e o acusou de hipocrisia ao defender uma política linha-dura de imigração enquanto emprega imigrantes ilegais.
"Se ele construir o muro como ele constrói o Trump Tower ele usará imigrantes ilegais", disse Rubio, depois de Trump repetir o plano de erguer um muro na fronteira com o México. Além disso, afirmou o senador, o empresário tem produtos com seu nome fabricados na China, enquanto promete trazer empregos de volta do país asiático. "Faça na América", provocou Rubio.
O bilionário confirmou que havia empregado imigrantes, "há muito tempo, 35 anos ou mais", mas de forma legal. Em seu estilo habitual, respondeu com deboches a Rubio, afirmando que ele não seria capaz de negociar nada. Lembrando o debate anterior, quando Rubio repetiu roboticamente a mesma frase várias vezes, Trump chamou o senador de "artista da engasgada". Depois, virando-se para Cruz, disse; "E esse sujeito é um mentiroso".
O décimo debate republicano desta temporada superou os demais em gritos e insultos. Em certo momento, Trump mandou Rubio ficar quieto, claramente incomodado com a pressão. Parecendo à vontade, sem lembrar o tom robótico do outro debate, o senador usou de ironia para questionar o sucesso nos negócios de Trump, uma das marcas da campanha do bilionário.
"Aqui está um cara que herdou US$ 200 milhões", disse Rubio. "Se não tivesse herdado US$ 200 milhões sabem onde Donald Trump estaria agora? Vendendo relógios em Manhattan".
Cruz se aliou aos ataques contra o empresário, questionando suas credenciais conservadoras e seu passado de amizades com políticos do partido rival. "Ele deu centenas de milhares de dólares aos democratas. Qualquer um que realmente se importa com imigração ilegal não estaria empregando imigrantes ilegais", disse Cruz.
TARDE DEMAIS?
Embora a maioria dos analistas tenha exaltado o desempenho de Rubio como seu melhor até agora, a grande questão é se terá algum impacto e se não é tarde demais para parar Trump. O empresário venceu três das quatro prévias republicanas e está na frente nas pesquisas em quase todos os 13 Estados que votarão na decisiva Superterça, na próxima semana.
Com o debate centrado no fogo cruzado entre os três principais concorrentes, sobrou pouco espaço para os outros dois pré-candidatos, o neurocirurgião aposentado Ben Carson e o govenador de Ohio, John Kasich. Esquecido durante uma acalorada discussão envolvendo Trump, Carson pediu: "Alguém pode me atacar, por favor?".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 19/02

LAZARO HESS, 61 anos 
LUIZ ANTONIO AMADO, 64 anos

CALIFÓRNIA 19/02

AVELINA RODRIGUES PEREIRA, 87 anos

NOVO ITACOLOMI
SILVANIA MARIA DE ALMEIDA, 69 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1904 · 18/02/2017

12 15 18 21 51 56