Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Casos de homicídios caem 21% no Estado em janeiro, diz gestão Alckmin

Loading...

GERAL

Casos de homicídios caem 21% no Estado em janeiro, diz gestão Alckmin

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (25) uma queda de 21,2% nos casos de homicídios dolosos (intencionais) registrados no Estado no mês de janeiro deste ano, em relação ao mesmo período de 2015.
Foram 373 ocorrências no primeiro mês do ano passado contra os 294 registradas em janeiro de 2016. Uma ocorrência pode ter mais de uma vítima.
O número de vítimas de homicídios caiu 21,68%, de 392 para 307, também na comparação janeiro de 2015 com janeiro de 2016.
"Cada queda não é 0,1, 0,2. Cada queda são vidas. [...]", disse o secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, que apontou como motivos dessa queda do trabalho policial. "É uma sequência de trabalho. Todos os meses do ano passado houve queda de homicídios. Há meses que há queda maior, há meses que não há queda."
CONTAS
Pelas contas do governo estadual, que usa metodologia própria por números de boletins e não por vítimas, isso representa 8,48 mortes por um grupo de 100 mil habitantes.
Os latrocínios no Estado caíram 18,18% em janeiro: 27, contra 33 no mesmo período de 2015.
A secretaria já havia divulgado na terça-feira (23 ) as estatísticas oficiais da capital que também mostraram queda nos casos de homicídios (40,2%).
Um dos únicos índices de violência divulgados pelo governo a crescer foram os roubos registrados na Grande São Paulo. De acordo com os dados oficiais, foram registrados 5.882 para 6.340 ocorrências, ou 7,7% de aumento.
GRANDE SÃO PAULO
Na Grande São Paulo, houve redução de 24,73% nos homicídios dolosos, taxa de 9,79 por 100 mil habitantes, de acordo com a secretaria. Foram 93 ocorrências em janeiro de 2015 e 70 no mesmo mês deste ano. No interior, a queda foi de 9,29%.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias