Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

PM do Rio expulsa policiais envolvidos no caso Amarildo

Loading...

GERAL

PM do Rio expulsa policiais envolvidos no caso Amarildo

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar do Rio expulsou da corporação sete dos policiais acusados no processo do caso Amarildo.
A expulsão foi publicada no boletim interno da PM nesta quinta (25).
São eles o 3º sargento Jairo Conceição Ribas, soldado Anderson César Soares Maia, soldado Wellington Tavares da Silva, Douglas Roberto Vital Machado, soldado Jorge Luiz Gonçalves Coelho, soldado Fábio Brasil da Rocha da Graça e soldado Marlon Campos Reis.
Os sete PMs expulsos foram condenados pela Justiça no início de fevereiro. Eles estão presos por envolvimento no desaparecimento e morte do pedreiro Amarildo de Souza, 43.
Amarildo desapareceu em 14 julho de 2013 após ser detido por policiais da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da favela da Rocinha, na zona sul do Rio.
Os PMs foram condenados pelos crimes de tortura seguida de morte, ocultação de cadáver e fraude processual
Além dos sete expulsos, outros seis policiais foram condenados. Um deles, o soldado Victor Vinicius Pereira da Silva, teve a punibilidade extinta porque morreu em 2014. Ao todo, 25 policiais foram acusados de participação no caso.
Ainda respondem a Processo Administrativo Disciplinar os outros 18 policiais. O processo vai determinar a permanência ou exclusão deles da corporação.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias