Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

São Paulo tem queda acentuada em homicídio em janeiro, e furtos crescem

Loading...

GERAL

São Paulo tem queda acentuada em homicídio em janeiro, e furtos crescem

ROGÉRIO PAGNAN
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O número de casos de homicídio doloso (quando há a intenção de matar) recuou 40,2% em janeiro deste ano em comparação com mesmo período de 2015 na capital paulista, segundo dados divulgados pela gestão Geraldo Alckmin (PSDB).
Em janeiro deste ano, São Paulo registrou 97 casos ante 58 em janeiro de 2015. Essa é uma das maiores quedas já registradas pela Secretaria da Segurança Pública. Questionado por que houve essa queda tão acentuada, o secretário Alexandre de Moraes apenas elogiou o trabalho da polícia e disse que a pasta estava analisando os dados.
Com essa queda acentuada, a taxa de homicídio doloso ficou em 8,2 mortos por um grupo de 100 mil habitantes, abaixo da zona considerada epidêmica pelo governo e por relatórios internacionais, como da ONU (Nações Unidas).
A metodologia usada pelo governo paulista para contabilizar a taxa de homicídio é diferente da empregada por uma parte dos especialistas e de organismos internacionais. Ela é calculada em São Paulo com base no número de casos, e não de vítimas de homicídio -cada registro pode incluir mais de um morto.
Em relação ao número de vítimas de homicídio, a queda foi de 42,2%, passando de 102 casos em janeiro de 2015 para 59 em janeiro deste ano.
Pelos números apresentados pelo governo Alckmin, São Paulo registrou redução também nos indicadores de criminalidade, como roubo de carga, roubo a banco, roubo e furto de veículos e estupro. A única exceção foi o número de furtos que teve um pequeno aumento: passou de 13.277 para 13.617, e os casos de latrocínio (roubo seguido de morte), que permaneceram estáveis (9).
Em relação ao roubo de veículos, houve uma redução 13% na capital, passou de 3.691 em janeiro de 2015 para 3.211 em janeiro deste ano. Considerando o mesmo período, o número de furtos de veículos recuou 1%, de 3.815 para 3.393, roubo a banco recuou 57,1%, roubo a carga 10,9%. O número de roubos em geral passou de 13.181 para 12.645. Os casos de estupro passaram de 181 para 168.
Os índice de criminalidade foram divulgados por Alexandre de Moraes durante um evento com o Núcleo de Altos Temas do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no qual o secretário falou sobre a política de segurança pública.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 24/02

MARIA DE OLIVEIRA MARICATO, 74 anos
CACILDA LEITE DE SOUZA, 82 anos

IVAIPORÃ 23/02

MARIA JOSÉ PEREIRA, 90 ANOS
MARTA MARIA DA SILVA OLIVEIRA, idade não divulgada
SEBASTIANA RECHE RIBEIRO, 87 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1906 · 23/02/2017

06 27 33 39 40 60