Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Parte de viaduto desaba em Fortaleza; ao menos 2 morrem e 3 se ferem

Loading...

GERAL

Parte de viaduto desaba em Fortaleza; ao menos 2 morrem e 3 se ferem

ADRIANO QUEIROZ E THIAGO AMÂNCIO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Parte da estrutura de um viaduto em construção em Fortaleza desabou na noite desta segunda-feira (22). Uma das vítimas é o operário Oliveira Andrade Braga, natural de Itapajé (125 km de Fortaleza).
Segundo o comandante Carlos Viana, do Corpo de Bombeiros, ao menos duas pessoas morreram e outras três pessoas se feriram - elas foram encaminhadas a hospitais da cidade conscientes e orientadas. Todos seriam, segundo os bombeiros, funcionários da obra.
Inicialmente, a corporação havia informado um desaparecido, totalizando seis vítimas, mas voltou atrás ao longo da noite.
José Pereira, 36, operário da obra, trabalhava no local até as 17h50, pouco antes do acidente. "Moro a uns 200 metros daqui. Cinco minutos depois de chegar em casa, ouvi aquele estrondo, mas pensei que fosse batida de carro", diz. "Eu conhecia [as vítimas] de vista, mas não pessoalmente. Os meus colegas estão bem, graças a Deus."
A recuperadora de crédito Elane Espinosa, 28, que mora próximo ao local, também achou que fosse uma batida quando ouviu o estrondo. "Quando saí de casa vi que a estrutura de ferro tinha caído. Nós ouvimos operários gritando e pedindo socorro", afirma.
"Mas os outros operários disseram que não podiam ajudar porque a outra estrutura estava ameaçada de cair. Aí começamos a ligar para ambulância, bombeiros e polícia. Nós vimos um homem com capacete de fora [do canal do Lagamar, onde a estrutura caiu], e outro com a mão pedindo ajuda."
O acidente ocorreu por volta das 18h20 no cruzamento das avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges, onde a prefeitura constrói dois viadutos de 312 metros de extensão e uma rotatória com 90 metros de diâmetro. Além disso, também realiza obras de elevação de uma ponte já existente, que fica sobre o canal do Lagamar, e a construção de uma ponte paralela. Ambas vão se conectar aos novos viadutos.
A obra deveria ter sido concluída antes da Copa do Mundo, mas foi interrompida devido a problemas com desapropriação e retomada apenas no final do ano passado. As obras vão facilitar o acesso ao aeroporto e à Arena Castelão.
A construtora carioca SH é a responsável pela obra, de acordo com a prefeitura, e os operários, terceirizados, são contratados pela construtora Repav.
Nesta noite, os bombeiros suspenderam temporariamente as buscas por questões de segurança, até a chegada de caminhões com guindastes para retirar parte dos escombros.
O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), havia visitado o local no sábado (20).
Em 2014, um viaduto em construção que integrava o pacote de obras de mobilidade para a Copa do Mundo desabou parcialmente em Belo Horizonte, deixando dois mortos e 22 feridos. Parte da estrutura ruiu no dia 3 de julho e atingiu quatro veículos que passavam pela avenida Pedro 1º.
Um ano depois, em agosto de 2015, oito representantes de empreiteiras e três da Prefeitura de Belo Horizonte, inclusive um ex-secretário, se tornaram réus na Justiça por suspeita de responsabilidade na queda da alça do viaduto, chamado de Batalha dos Guararapes.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 27/02

MARCELO BUCCI, 50 ANOS

SÃO JOÃO DO IVAÍ
NAIR L. SANTOS, 72 ANOS

CAMBIRA 27/02

ALAIDE ALVES DE JESUS, 78 ANOS

KALORÉ
CLAUDINEI GOMES, 42 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1907 · 25/02/2017

03 25 35 38 44 48