Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após outro fraco desempenho, Jeb Bush desiste de campanha

Loading...

GERAL

Após outro fraco desempenho, Jeb Bush desiste de campanha

MARCELO NINIO, ENVIADO ESPECIAL
COLUMBIA, EUA (FOLHAPRESS) - O ex-governador da Flórida Jeb Bush abandonou a disputa presidencial norte-americana, depois de mais um fraco desempenho nas prévias do Partido Republicano. Ele ficou em quarto lugar na primária da Carolina do Sul, neste sábado (20) -bem distante dos primeiros colocados. O vencedor foi o empresário Donald Trump, seguido dos senadores Ted Cruz e Marco Rubio, praticamente empatados.
Jeb começou a corrida à Casa Branca como um dos favoritos, devido a sua experiência em dois mandatos como governador da Flórida e pelo parentesco com dois ex-presidentes.
Mas sua candidatura não decolou, apesar de ter um dos cofres mais cheios da campanha. Em nenhuma das etapas iniciais da disputa ele conseguiu chegar entre os três primeiros. Jeb ficou em sexto lugar em Iowa (Meio-Oeste), com 2,8% dos votos, e na prévia seguinte, em New Hampshire (Nordeste), chegou em quarto lugar, com 11,7%.
"O povo de Iowa, New Hampshire e Carolina do Sul se pronunciaram e eu realmente respeito a sua decisão, por isso nesta noite eu suspendo a minha campanha", disse Jeb, visivelmente emocionado.
Jeb contava com uma boa votação na Carolina do Sul para relançar sua campanha. O Estado é considerado um bastião do conservadorismo tradicional, com muitos admiradores de seu irmão, o ex-presidente George W. Bush. Mas nem a entrada da família na disputa, com a participação da mãe, Barbara, e do irmão em comícios na Carolina do Sul, foram suficientes para manter vivas suas chances.
Tampouco adiantaram os milhões despejados na campanha. De acordo com a rede NBC, Jeb Bush gastou US$ 81 milhões só em anúncios de TV nos três Estados onde disputou as prévias.
Sua desistência havia sido considerada uma questão de tempo há meses, sobretudo depois de participações desastrosas nos debates da TV entre os pré-candidatos republicanos, nos quais tornou-se alvo das provocações de Donald Trump e sofreu ataques humilhantes de seu ex-protegido, o senador Marco Rubio. A Folha esteve em um comício de Jeb em Columbia, capital da Carolina do Sul, e o candidato abusou das referências a sua família, uma virada em relação ao início da campanha, quando enfatizava que merecia o apoio dos eleitores por mérito, não pelo sobrenome famoso. Em meio a vários silêncios constrangedores, despertou simpatia, mas em nenhum momento empolgou a plateia.
No discurso em que anunciou o fim de sua campanha, Jeb deu uma alfinetada em Trump e seu estilo egocêntrico. "A presidência é maior do que qualquer pessoa. É certamente maior do que qualquer candidato", disse.
Jeb terminou a disputa na Carolina do Sul em quarto lugar, porém virtualmente empatado com os dois últimos, o governador de Ohio, John Kasich, e o neurocirurgião aposentado Ben Carson.
Apesar de ter ficado na lanterna, Carson descartou abandonar a corrida. "Não vou a lugar nenhum", disse, após o anúncio dos resultados.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias