Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pesquisa revela que maioria nos EUA tem visão positiva de Cuba

Loading...

GERAL

Pesquisa revela que maioria nos EUA tem visão positiva de Cuba

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pela primeira vez em décadas, a maioria dos americanos afirma ter opinião positiva sobre Cuba, mostrou uma pesquisa feita pelo instituto Gallup e divulgada nesta terça (16). Segundo o levantamento, 54% dos entrevistados dizem ter uma visão favorável do país, contra 40% cuja opinião é desfavorável.
Em 1996, quando a pesquisa foi feita pela primeira vez sob o critério atual, só 10% dos participantes tinham uma boa imagem da ilha, contra 87% que tinham uma imagem negativa (o Gallup fez a enquete nos 20 anos anteriores usando outro método, e o resultado predominante também foi negativo).
Ainda em 2009, quando Barack Obama assumiu o governo dos EUA, os americanos com opinião favorável a Cuba eram 29%, contra 60% com opinião desfavorável.
A mudança está sincronizada com o discurso de Obama, que desde sua eleição busca uma distensão com a ilha governada pelos irmãos Castro (o ditador Fidel, que se afastou em 2006, e seu irmão Raúl, no poder desde então) e que nos últimos dois anos tomou medidas concretas para tanto.
A mudança de tendência já era clara no levantamento feito em 2015, quando as visões positivas e negativas quase empatavam: 46% diziam ter imagem favorável de Havana, e 48%, desfavorável.
Em julho e agosto de 2015, os dois países reabriram as respectivas embaixadas em Havana e Washington, fechadas desde 1961. Nesta terça (16), os dois países assinaram acordo para retomar os voos comerciais entre seus territórios, o que deve acelerar a retomada das relações. Mas o embargo econômico americano contra Cuba ainda vigora.
As opiniões, porém, não são homogêneas em todo o espectro político americano.
Segundo o Gallup, enquanto as opiniões favoráveis a Cuba são compartilhadas por 73% dos democratas, elas ecoam apenas entre 34% dos republicanos. Entre os eleitores que não se identificam com nenhum dos dois partidos, 53% dizem ter visão favorável do país.
Ainda assim, a tendência aparece dos dois lados: há dois anos, 45% dos democratas, 28% dos republicanos e 38% dos independentes viam Cuba sob luz positiva.
Essa divisão ressoa na atual campanha presidencial, com os dois pré-candidatos democratas (Hillary Clinton e Bernie Sanders) apoiando a decisão de Obama e quatro dos cinco principais presidenciáveis republicanos (Ted Cruz e Marco Rubio, ambos descendentes de cubanos, e Jeb Bush e John Kasich) se opondo.
O líder das pesquisas, Donald Trump, cuja fortuna vem dos mercados de imóveis e lazer (sobretudo cassinos e hotéis) e para quem Cuba é uma oportunidade de negócios atraente, é a favor da retomada, mas afirma que "o acordo deveria ser melhor".
O Gallup entrevistou por telefone entre os últimos dias 3 e 7 de fevereiro 1.021 americanos maiores de idade em todo o país. A margem de erro é de quatro pontos percentuais em ambas as direções.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 08/12

ÂNGELO RODRIGUES, 70 anos

CALIFÓRNIA
ENACIR MARIA CARDOSO, 53 anos

JANDAIA DO SUL 08/12

MARIA DO ROSARIO DE SOUZA BORGES, 50 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60