Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Com Bethânia, Mangueira leva o 19º título

Loading...

CARNAVAL

Com Bethânia, Mangueira leva o 19º título

Com Bethânia, Mangueira leva o 19º título - IMAGEM ILUSTRATIVA - G0OGLE - zh.clicrbs.com.br

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Após 13 anos sem títulos, a Mangueira foi campeã do Carnaval do Rio em 2016 com um enredo em homenagem à Maria Bethânia.
Desde 2002, a tradicional escola verde e rosa não ganhava um título. Apesar do longo jejum, é a segunda maior vencedora do Carnaval carioca, com 19 títulos, atrás apenas da Portela, que tem 21 e ficou em terceiro neste ano -a vice-campeã foi a Unidos da Tijuca, com apenas um décimo a menos.
A Mangueira cruzou a avenida com o enredo "Maria Bethânia, a Menina dos Olhos de Oyá", apostando no sincretismo, que é a mistura de diferentes doutrinas religiosas, e levando à Sapucaí não só a divindade dos ventos no candomblé, mas Santa Bárbara e o Senhor do Bonfim.
Bethânia, que completou 50 anos de carreira no ano passado, desfilou emocionada e foi ovacionada pelas arquibancadas. Seu irmão Caetano Veloso também participou, no alto de um carro alegórico que trazia outros artistas, como as cantoras Ana Carolina e Mart'nália.
Estreante no grupo especial, o carnavalesco Leandro Vieira disse que "fez uns ajustes" para que a Mangueira voltasse a ser campeã.
"É uma escola muito conservadora. O que eu tentei fazer foi trazer para a escola um Carnaval moderno. Usei muita nudez, coloquei uma porta-bandeira careca. O mangueirense chegou na concentração vendo uma escola diferente", disse Vieira, durante a festa do título, na quadra.
Para ele, o que deu fez a escola campeã não foi a homenageada famosa ou a tradição da escola, mas o perfeccionismo. "A gente refazia tudo se precisasse", disse o carnavalesco.
A escola levou três notas dez em samba-enredo e bateria. A vitória foi apertada. Até a apuração do último quesito, quatro escolas -Mangueira, Salgueiro, Unidos da Tijuca e Portela- tinham chances de levar o título.
O Salgueiro, que liderou a disputa na maior parte do tempo, terminou em quarto lugar. A Estácio de Sá foi rebaixada, e a Paraíso do Tuiuti foi a campeã do Grupo de Acesso e desfilará no Grupo Especial no ano que vem.
"É muita emoção ser campeão entre tantas escolas tão lindas. Não sou só eu. São quatro mil mãos", disse Júnior Schall, diretor de Carnaval mangueirense.
A homenagem que deu o título à Mangueira não foi a primeira que envolveu Bethânia: em 1994, a escola celebrou o grupo Doces Bárbaros, formado pela cantora, Caetano, Gilberto Gil e Gal Costa.
Ficou em 11º lugar, mas o samba virou um clássico da cultura brasileira. "Me leva que eu vou/sonho meu / Atrás da verde e rosa/só não vai quem já morreu".
Para Bethânia, o enredo que a homenageou neste ano é "delicado, fino e elegante".
"Quis o destino que fosse assim [estar no enredo de uma escola pela segunda vez]. É muito grande para mim", afirmou.
FESTA
A Mangueira costuma se sair bem ao retratar grandes nomes da música popular brasileira. Já venceu com enredos sobre Braguinha (1984), Dorival Caymmi (1986) e Chico Buarque (1998).
Pouco depois do anúncio da vitória, as ruas do morro da Mangueira, zona norte do Rio, estavam tomadas. Os bares tocavam o samba e a população comemorava.
"Isso sim é escola de samba! Estávamos com esse título engasgado", dizia Mayara Brandão, 28, que nasceu na favela. Na quadra lotada, o canto era "o campeão voltou!"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MAUÁ DA SERRA 09/12

CLAUDENIR COELHO SOARES, 35 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60