Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Total de imigrantes que chegaram à Europa pelo mar subiu dez vezes

Loading...

GERAL

Total de imigrantes que chegaram à Europa pelo mar subiu dez vezes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O número de imigrantes e refugiados que chegaram à Europa pelo mar nas primeiras seis semanas do ano subiu dez vezes em comparação com o mesmo período de 2015. E o número de mortes também aumentou, segundo informou a OIM (Organização Internacional para as Migrações) nesta terça-feira (9).
O número de chegadas passou de 76 mil em 2016, e o de mortes em rotas do Mediterrâneo subiu de 69 nas primeiras seis semanas de 2015 para 409 no mesmo período deste ano, segundo a OIM.
A organização afirmou que não espera queda no número de pessoas que chegam à Europa e previu que no mês que vem a Grécia vá receber a milionésima pessoa desde que a crise começou.
Mais de 1,1 milhão de pessoas que fogem da pobreza, da guerra e da repressão no Oriente Médio, na Ásia e na África alcançaram as margens da Europa no ano passado, a maioria rumo à Alemanha.
Cerca de metade das chegadas é de refugiados da guerra da Síria, afirma o Acnur, a agência da ONU para refugiados.
A OIM informou que 70.365 imigrantes e refugiados chegaram por via marítima à Grécia neste ano, e 5.898, à Itália.
Morreram 319 pessoas durante a travessia no leste do Mediterrâneo -da Turquia para a Grécia- e 90 na rota central -entre a África do Norte e a Itália.
O porta-voz da OIM, Joel Millman, disse que a organização não espera que o número de chegadas de imigrantes e refugiados na Europa caia em um futuro próximo.
"Há mais crises simultâneas acontecendo do que já vimos antes", disse. "As condições nos países que estão alimentando a crise migratória estão, em grande parte, inalteradas, por isso achamos que os números provavelmente vão continuar os mesmos."
A travessia do leste do Mediterrâneo é mais segura do que a rota do Mediterrâneo central, onde houve um grande número de naufrágios em 2015.
Mas Millman disse que o número de mortes no mar Egeu aumentou subitamente no final do ano passado, quando pequenos barcos afundaram quase diariamente -possivelmente mostrando que os imigrantes estavam usando barcos com menos navegabilidade.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 04/12

ONOFRE CIUFFI, 78 anos
TEREZINHA ARAUJO SOARES, 69 anos
ANGELINA MENEO PALUSSIO, 91 anos 
DIONISIO REMES, 60 anos
NATIMORTO, 0 anos
LINDOLFO HEINZ, 72 anos

APUCARANA 03/12

ALTAIR RAIMUNDO DE SOUZA, 46 anos
AMADEU FERNANDES, 58 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41