Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Arábia Saudita oferece tropas para combater facção na Síria

Loading...

GERAL

Arábia Saudita oferece tropas para combater facção na Síria

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um porta-voz militar da Arábia Saudita disse nesta quinta-feira (4) que o reino está pronto para enviar tropas terrestres à Síria para lutar contra o Estado Islâmico se os líderes da coalizão que enfrenta a facção terrorista concordarem com a oferta durante a próxima reunião, em Bruxelas.
O general Ahmed Asiri disse à agência Associated Press que a Arábia Saudita tem participado em ataques aéreos da coalizão contra o EI desde que começou a campanha liderada pelos EUA começou, em setembro de 2014. Mas agora, informou o general, o país poderia fornecer tropas terrestres.
Os EUA querem convocar uma reunião entre ministros da Defesa dos países da coalizão para este mês, em Bruxelas.
"Estamos determinados a lutar e derrotar o Daesh", disse Asiri, usando a sigla árabe para o EI. Ele não entrou em detalhes sobre quantos soldados o reino poderia enviar.
A Arábia Saudita está profundamente envolvida na guerra civil do Iêmen, onde enfrenta rebeldes xiitas apoiados pelo Irã.
A Arábia e outros países do golfo Pérsico veem há muito tempo o Irã como uma ameaça regional, e Riad e Teerã apoiam lados opostos nas guerras na Síria e no Iêmen.
Um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA disse que o Departamento não iria comentar imediatamente a questão, mas acrescentou que "em geral, queremos que os membros da coalizão contra o EI procurem maneiras de fazer mais e contribuir mais".
O anúncio de Asiri veio logo depois que a Rússia disse suspeitar que a Turquia planeja uma invasão militar da Síria.
O porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, general Igor Konashenkov, disse em comunicado que os militares russos têm registrado "um número crescente de sinais de uma preparação escondida das Forças Armadas turcas para ações ativas no território da Síria".
Ele disse que imagens de um posto de controle na fronteira turco-síria feitas no final de outubro e final de janeiro mostram um acúmulo de infraestrutura de transporte que poderia ser usado para movimentar tropas, munições e armas.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MAUÁ DA SERRA 09/12

CLAUDENIR COELHO SOARES, 35 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60