Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Raúl Castro visita a França em busca de aumento nas relações econômicas

Loading...

GERAL

Raúl Castro visita a França em busca de aumento nas relações econômicas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ditador de Cuba, Raúl Castro, iniciou nesta segunda-feira (1º) uma visita de Estado à França, a primeira em 20 anos, que deverá ser dominada pelo aumento das relações econômicas com os dois países.
Com 180 milhões de euros (R$ 788 milhões) de comércio bilateral, a França está entre os dez maiores parceiros econômicos da ilha. A visita acontece também devido à retomada das relações entre Cuba e Estados Unidos, no fim de 2014.
O primeiro evento foi uma cerimônia solene no Arco do Triunfo, onde Raúl Castro recebeu honras militares em Paris, ao lado da ministra da Ecologia, Segolène Royal, ex-mulher do presidente francês, François Hollande.
Na estátua do soldado desconhecido, o ditador cubano depositou uma coroa de flores. Depois, ele percorreu a avenida Champs-Elysées, decorada com bandeiras francesas e cubanas, como segue o protocolo.
A cerimônia foi acompanhada por um pequeno grupo de simpatizantes do regime cubano, em sua maioria membros de associações de imigrantes do país caribenho que estudam ou trabalham na capital francesa.
À tarde, Castro se reúne com Hollande no Palácio do Eliseu, onde assinarão acordos. Dentre eles, a confirmação da reestruturação da dívida cubana com o Clube de Paris, de US$ 11,1 bilhões (R$ 44 bilhões).
Eles voltam a se encontrar à noite, em jantar de gala. A visita é uma retribuição de Castro à viagem feita por Hollande a Havana em maio de 2015, meses após a retomada dos laços entre cubanos e americanos.
O último líder cubano a visitar Paris foi o irmão de Raúl, Fidel Castro. Em 1995, ele se reuniu com o então presidente francês François Mitterrand.
ECONOMIA
Há décadas como parceiro comercial de Cuba, a França busca reforçar sua presença empresarial com a abertura da economia da ilha. Os franceses também defendem as negociações do regime comunista com a União Europeia.
A renegociação da dívida permitirá que o país volte a receber investimentos e eleve seu comércio exterior. O ministro de Comércio Exterior francês, Matthias Fekl, considera que é possível ampliar as exportações para a ilha.
Na terça, a delegação cubana participará de um encontro com empresários franceses. A visita de Castro acontece três dias após a chegada de Hasan Rowhani, presidente do Irã, outro país que começa a se abrir para o resto do mundo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 24/02

MARIA DE OLIVEIRA MARICATO, 74 anos
CACILDA LEITE DE SOUZA, 82 anos

IVAIPORÃ 23/02

MARIA JOSÉ PEREIRA, 90 ANOS
MARTA MARIA DA SILVA OLIVEIRA, idade não divulgada
SEBASTIANA RECHE RIBEIRO, 87 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1906 · 23/02/2017

06 27 33 39 40 60