Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Investigadores não encontram sinais de tiros em centro médico dos EUA

Loading...

GERAL

Investigadores não encontram sinais de tiros em centro médico dos EUA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Investigadores informaram nesta terça-feira (26) não ter encontrado "absolutamente nada" para confirmar relatos de que tiros foram disparados no porão de um prédio no Centro Médico Naval de San Diego, disse o capitão da Marinha Curt Jones, citado pela rede de TV americana CNN.
Apesar disso, acrescentou, as autoridades ainda vasculham o prédio.
A informação de que tiros haviam sido disparados no local surgiu depois das 8h locais (14h em Brasília).
Em sua página no Facebook, o centro médico chegou a postar: "Há um atirador ativo no prédio número 26 do Centro Médico Naval. Todos os presentes no local são aconselhadas a correr, se esconder ou lutar."
Para Jones, os relatos iniciais de disparos teriam surgido de "uma pessoa que achou ter ouvido algo".
Por causa do alerta, policiais se posicionaram nas vizinhanças, desviando a rota de pedestres e carros.
Em seu site, o centro médico se descreve como "o maior e mais completo sistema de assistência à saúde militar no oeste dos EUA".
O centro tem oito clínicas para militares na ativa e nove locais de assistência básica para parentes.
A instalação teve mais de 1,2 milhão de consultas ambulatoriais em 2014, admitindo mais de 19 mil pacientes naquele ano.
O hospital oferece uma grande variedade de serviços médicos, incluindo partos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

30/03/2017 - 08h56